(Imagem - Tempestade - óleo sobre tela -Elisabete Maria Sombreireiro Palma)

Sábado, 11 de Abril de 2015

Dançam as moças solteiras

IMG_2100.JPG

 

DANÇAM AS MOÇAS SOLTEIRAS

Rogério Martins Simões

 

Refrão

 

Dorme, dorme, passarinho…

No cimo, à minha beira,

Não quero lençóis de linho

Minha mãe morro solteira.

 

 

Dançam as moças solteiras:

Solteiras não querem ser…

Venham as casamenteiras

Tendes trigo por colher…

 

Minha mãe vou-me lavar,

Nas margens deste meu rio

Quem me quer para casar,

Minha mãe tremo de frio.

 

Os ovos já não dão pintos

Os pintos não vão nascer

Crescem no peito jacintos…

Quem virá para os colher?

 

Nos potes das velhas casas

Nem a azeitona perdura.

- Meninas batam as asas…

Quem fica perde a ventura.

 

Nas leiras lavravam machos

Nas adegas corria o vinho

Tiraram o mosto aos cachos…

Dorme, dorme, passarinho

 

 

Lisboa, 6 de Agosto de 2008

(Registado no Ministério da Cultura

- Inspeção-Geral das Atividades Culturais I.G.A.C. –

Processo n.º 2079/09)

 

 

publicado por poetaromasi às 20:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 7 de Abril de 2015

Terna ternura eterna

Óleo sobre tela, Elisabete Sombreireiro Palma Terna ternura eterna (Rogério Martins Simões) Às vezes dou comigo cal...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:48
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 23 de Março de 2015

POESIA, LÁGRIMAS E SO...

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) POESIA, LÁGRIMAS E SORRISOS Rogério Martins Simões Tudo mudou!...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:19
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Domingo, 22 de Março de 2015

Pela noite fora

PELA NOITE FORA Rogério Martins Simões Pela noite fora Sento no meu colo de sonho... As minhas duas crianças de oir...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 17:23
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 20 de Março de 2015

FELICIDADE

FELICIDADE Rogério Martins Simões Felicidade Passa E quase não se sente Passa. Sem passado Nem presente. Olhem!...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 9 de Março de 2015

BENDITA ROSA, MIMOSA,...

BENDITA ROSA, MIMOSA, EM CETIM (Rogério Martins Simões) Recordo em ti, meu amor, a bela rosa, Rosa tua, em mim, que...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:51
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 5 de Março de 2015

QUANTA TRISTEZA TEM O...

QUANTA TRISTEZA TEM O MEU OLHAR Rogério Martins Simões Quanta tristeza tem este meu olhar. Que aos poucos vai morre...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:40
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 25 de Fevereiro de 2015

Telhados de Alfama

TELHADOS DE ALFAMA Rogério Martins Simões Telhados de Alfama São mastros são velas São beijos eternos Juntinhos e t...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:26
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015

Para

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:47
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

DE QUEM MEUS OLHOS NU...

DE QUEM MEUS OLHOS NUNCA SE ESQUECEM Rogério Martins Simões De quem meus olhos nunca se esquecem, Que nos meus so...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:44
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados. All rights reserved