Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 20 de Maio de 2008

Versei-te o coração

 

Bete e Romasi

 

 

 

Versei-te o coração

Rogério Martins Simões

 

Em poemas que te cantava,

naqueles tempos de então

não via teu rosto e sonhava

eras a minha invenção.

E o nosso tempo esvoaçava

em provocação…

e assim por aí andava

de mão em mão…

 

Depois, eu vi teu rosto

Luar de Agosto

num novo poema

numa nova canção:

e numa noite diadema

Acendemos a fogueira

Atiçámos a chama

Apagámos a cegueira

De mão na mão…

 

E foi o poema que te encontrou

Quando para sempre jurou

Que a partir desse dia

 Não eras mais fantasia

ou simples imaginação!

E num rasgo de poesia,

ousada, perdida ou vadia

versei-te o coração.

 

Numa noite diadema

neste novo poema

nesta nova canção:

 

Acendemos a fogueira

Apagámos a cegueira...

De mão na mão…

 

19-05-2008 23:48:43

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 19/05/2008
publicado por poetaromasi às 00:15
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De celina vasques a 23 de Maio de 2008 às 14:03
CADA DIA EM QUE VISITO E QUE LEIO TEUS POEMAS, JOIAS RARA DA HUMANIDADE, AGRADEÇO POR EXISTIRES E TERES COLOCADO NO PAPEL TUDO AQUILO QUE EU GOSTARIA DE ESCREVER TAMBÉM E QUE NA MINHA HUMILDADE DE POETA AMADOR...NÃO CONSIGO...COM TANTA INSPIRAÇÃO E TALENTO!
ADORO LER TUAS DORES E OS TEUS AMORES....NAS LINHAS DE TEUS VERSOS MARAVILHOSOS E DIVINOS!

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved