Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 16 de Setembro de 2008

DESTINO OU CORAGEM

 

MECO 2008

 

 

 

 

Destino ou Coragem
(Rogério Martins Simões)
 
Deixei para trás o meu ego.
Deixei o sonho segurar o tento…
Quis Deus ou o destino cego,
Que o destino fosse tormento.
 
Ao sonho e à coragem me apego.
Gavião deixa passar o vento…
Sou náufrago em desassossego,
Destino ou coragem sustento.
 
Não! Não mais quero o desespero!
Não negoceio contigo e não quero!
Sou trama e urdidura forte…
 
E se o destino a coragem revela,
Partiremos juntos num barco à vela,
Pois na coragem se combate a sorte…
publicado por poetaromasi às 00:11
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De Carmen Malavasi a 16 de Setembro de 2008 às 06:03
Boa Noite.
Maravilhosos seus poemas!!!

Esse que acabei de ler,(Destino e coragem) se vc me permitir, farei um video especial, colocarei claro o autor, e te enviarei o link para que veja ok?
Muito obrigado por me permitir estar tendo o previlégio de ler poemas tão lindos, doces e cheios de amor...
Grande beijo na tua alma e no teu doce coração...

Carmen Malavasi
De José Guimarães a 17 de Setembro de 2008 às 10:26
Muito o bonito o poema, de frases significativas também.
É bom saber que na coragem se combate a sorte. Significa que a gente consegue mudar o destino. Logo, destino não existe.
Parabéns!
De holdme a 10 de Fevereiro de 2009 às 12:07
poema fantastico, que me fez refletir acerco do destino. felicidades. beijo

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info