Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 4 de Outubro de 2006

Tem o nome de Sara

TEM O NOME DE SARA

(José Augusto Simões)

 

Não conheço Cabo Verde

Deve ser terra formosa

Mandou para Portugal

Uma flor tão mimosa.

 

Tem o nome de Sara

Seria, outro qualquer

Tem o curso de Doutora

Esta jóia de mulher.

 

Quando ela sai à rua

Com seu fato de cetim

Até as pedras que pisa

Ficam cheias de alecrim.

 

Quando caminha na rua

Todo o seu andar tem graça

Até a árvore se verga

Pra ver a rosa que passa

 

A mãe que a deu à luz

Deve ter muita alegria

Por ter no mundo uma filha

Com tão grande simpatia!

 

O jovem que a escolheu

Teve uma boa opção

Deve tê-la bem guardada

Dentro do seu coração.

18/8/2006

 

(Agradecimento, pela ajuda que me tem dado em toda a minha doença. J.A.S. 84 anos, nasceu na Póvoa Pampilhosa da serra)

Este poema foi escrito recentemente pelo meu querido pai, meu mestre e enorme poeta popular que rasgou sempre o que escreveu. Devo tudo a meu pai – até este poemas escrito a meu pedido

Rogério Martins Simões

ano do poema: POEMA DO MEU PAI
publicado por poetaromasi às 20:08
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De africamente a 2 de Fevereiro de 2007 às 20:49
Um novo espaco de amizades e encontros, com videochat, mapas, blogs, albuns de fotos, videoteca, música e noticias ! www.africamente.com

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info