Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

É Carnaval!

 

 

 

 

 

 

 

É CARNAVAL: É CARNAVAL
Rogério Martins Simões
 
É Carnaval!
É Carnaval!
Há máscaras, disfarces
e caretas!
Fantasias, farsas,
E outras tretas.
Haja alegria!
Rebentou o disfarce!
 
Aquele homem rico,
Que não sabe ser pobre,
Veste-se de mafarrico…
Porque o disfarce é nobre.
E a doce Violeta
Que anda aos caídos:
Cai na valeta
Perdendo os sentidos!
 
É Carnaval
É Carnaval
Há máscaras e caretas
Fantasias, e banquetes
Haja alegria
Rebentou o disfarce!
 
Lá vem um lunático
Mui nobre e senhor
Trajando de festa
Vestindo a rigor
Trás medalhas nobres
Ganhas á espada
Rindo dos pobres
Que não têm nada.
 
É Carnaval
É Carnaval
Há máscaras e caretas
Fantasias e banquetes
Haja alegria
Rebentou o disfarce!
 
E aquele menino de bem,
Que sacou dos pais algum,
Ri-se do Zé-ninguém,
Que não ganha nenhum.
E sempre a brincar
Com serpentinas
Vão-se enrolar
Em ressacas heroínas…
 
É Carnaval
É Carnaval
Há máscaras e caretas
Fantasias, e banquetes
Haja alegria
Rebentou o disfarce!
 
Elege-se um rei
Na festa final:
Um milionário
Trajando tão mal!
Com notas de mil
Atadas às outras
Compra o mundo vil
Das bancas rotas
 
É Carnaval
É Carnaval
Há máscaras e caretas
Fantasias, e banquetes.
Haja alegria
Rebentou o disfarce!
E no meio da confusão
Onde tudo é tão nobre
Empobrece o rico
Enriquece o pobre
 
Deixo-vos a loucura
Que gritar não faz mal
Haja alegria
É Carnaval
 
É Carnaval
Há máscaras e caretas
Fantasias, e banquetes
Haja alegria
Rebentou o falsete!
1967
Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 03:12
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved