Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 2 de Junho de 2009

Pesia y algo más, Maria Elena Sancho

Poesía Y Algo Más

 

 

 

 

Na Argentina existe um programa de rádio que está no ar todos os Sábados, através da internet, entre as 20 e as 21 horas, de Buenos Aires, produzido e conduzido por MARIA ELENA SANCHO.
A poetiza Maria Elena, com um vastíssimo currículo, tem sido distinguida com os mais variados prémios nacionais e internacionais. Maria Elena Sancho é para mim um símbolo na divulgação dos poetas e da poesia do mundo.
Para além do programa de rádio, foi a mentora de um encontro anual de todos os poetas do Mundo.
Fico feliz e partilho, com os meus leitores e amigos, a escolha e a inclusão de dois sonetos meus: “EM SONHO ME DEPENDUREI NO LUAR” e “A ESTRELA MAIS BELA QUE ENCONTREI” no segundo livro, intitulado, “LETRAS DEL ALMA POESIAS DEL MUNDO – POESIA Y ALGO MÁS – SEGUNDA PARTE”. Aqui fica o link para que possam copiar o livro.
Já não é a primeira vez que eu sinto esta distinção, esta felicidade, nomeadamente, quando a Maria Elena traduziu para castelhano e deu voz ao meu poema “A menina Dança?”
Pelo meu lado sinto-me muito honrado por me encontrar entre tantos e talentosos poetas.
Para aqueles que plagiaram estes dois poemas será decerto uma frustração. É que, para além de registados em Portugal, também já foram recitados e publicados na Argentina.

 

 

 

 

 

Letras del alma poesías del mundo
Poesía Y Algo Más
Segunda parte
para descargar el libro, haz click
aqui.
 

 

 

 

 

"POESIA Y ALGO MÁS AQUI" èMARIA ELENA SANCHO ç

 

 

 

 
EM SONHO ME DEPENDUREI NO LUAR
Rogério Martins Simões
 
 
Em sonho me dependurei no luar.
O luar quis acordar os nossos cios.
Ali estavas, desnudada no meu olhar,
Encandeando meus olhos luzidios.
 
Os sonhos soçobram ao acordar…
O luar distende o sonho em atavios.
Ai!, sereia espraiada no meu mar,
Esperando as águas dos meus rios…
 
Luar!, tapa-me os olhos e os dias:
Antes cego, que acordar e não ter,
Do que ver, e não ter o que vias….
 
Prendo, no sono, o sonho para te ver,
Fico cego se em mim não te sentir,
Fios de seda - não te deixem partir!
 
Lisboa, 05-01-2009 20:49:30
 
 
 
 

 

publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De Cöllyßry a 3 de Junho de 2009 às 19:28
Rico espaço onde a poesia se planta...

Beijito

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info