Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Segunda-feira, 15 de Junho de 2009

Poemas de amor e dor foram plagiados. O desaforo perdura e a amargura continua. Plágio do poema cobri de rosas

 

Caderno n.º 41

 

 

 

Nesta data, e depois do pedido que recebi, resolvi apagar parte deste post.
Rogério Martins Simões
24-06-2009 11:00:58

 

 
 
 
O meu poema “COBRI DE ROSAS”
 
COBRI DE ROSAS
(Rogério Martins Simões)
 
Cobri de rosas
A tua rosa
O teu botão.
Abri a rosa
Cortei a pétala
Pétala a pétala
Enchi o chão.
 
Mas se ao menos
O teu rosto sorrisse
E a tua boca
Dissesse palavras
De ternura:
Eu te daria
De novo rosas
Formosas
E em botão.
 
1987
 
(Caderno Uma Dúzia de Páginas de Poesia n.º 41)
(Poetas Almadenses)
(Registado no Ministério da Cultura
- Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. –
Processo n.º 2079/09)
 
 
Como sabem este blog nasceu em 6 de Março de 2004, ano esse em que editei o meu poema, “Cobri de Rosas”, conforme registos que existem no Sapo e no Google.
Para que não restem dúvidas informo que este poema e mais 8 foram editados, e registados, em 27 de Março de 2004, no caderno n.º 41 “Uma Dúzia de Páginas de poesia de Rogério Simões”.
Na página 10, da “Colecção INDEX POESIS”, encontram este poema publicado em Cacilhas, no ano de 2004, pela boa amiga Ermelinda Toscano, com o apoio da Junta de Freguesia de Cacilhas, da Assembleia Distrital de Lisboa, do FAROL – Associação de Cidadania de Cacilhas e do SCALA – Sociedade Cultural de Artes e Letras de Almada
Quem pretenda o caderno com os nove poemas só têm que se dirigir à Redacção desta colecção, que funciona na Rua Trindade Coelho, n.º 4 – 1º Direito 2800-297 Almada, onde encontram este poema.
Qualquer dúvida consultar os POETAS ALMADENSES cujo link aqui mesmo está em POEMAS DE AMOR E DOR.
 
 
publicado por poetaromasi às 21:52
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De REGIS MARQUES a 17 de Junho de 2009 às 02:09
Caro irmão Rogério, não perca seu tempo com inconformados e frustrados. Eles só nos fazem mal e nos deixando a alma sangrando. Nós que conhecemos, respeitamos e amamos tua obra literária prestamos-te eterna solidariedade e conforto ante esses desatinos dessa tal Vera (será mesmo esse o nome dessa pessoa ou será apenas mais um artifício para te causar constrangimento?)
Fique em paz, meu amigo e irmão. Deus é contigo e nada vai mudar isso. Nem mesmos as frustrações de outras pessoas interessadas apenas num momento fugaz de notoriedade.
Apesar desse tipo de gente, a Vida segue.
Um grande abraço.
PS. Dê-me notícias suas. Como está sua saúde?
De Cris a 12 de Julho de 2009 às 18:30
Rogério, meu Amigo, não percas tempo com o que não tem valor. Importa que te saibamos íntegro, rico de palavras. Se usam os teus poemas, é porque eles são ricos, belos!
Queres crer que "eu" ando por não sei qtos h5's, sei lá qtas mensagens de amor? Rio-me, acredita.
Bom sinal, digo eu. Sinal que gostam do que escrevemos, Rogério. Por muito que faças, o plágio não vai ser nunca evitado, podes crer.
Tens os teus textos registados. Tudo o mais, deixa que bata na "couraça da tua indiferença" e segue em frente, escrevendo o que sentes.
Ler-te é um prazer. Acredita que não vou atrás de quem tw copia. Importas tu. O resto, esquece, passa por cima.
Tens a fortuna de ter uma alma nobre e dez, uma em cada um dos teus dedos!
Há lá maior ventura do que essa?
Eu venho aqui para te ler. Sequer passo por outros blogs, sites.
Vem aqui e disfruta do prazer de colocares de forma tão bela o que te vai aí dentro e que é tão bonito, tão bonito!

Com carinho, muito respeito e um orgulho em poder vir aqui.
Tua amiga, Cris
Que estejas bem e que a tua doce companheira te encha de inspiração.
Bom resto de Domingo, cheio de Paz para ti e os teus.

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info