Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 28 de Setembro de 2006

ASA DE BORBOLETA

 

ASA DE BORBOLETA

Rogério Simões

 

Queria dedicar-te um canto

Nesta terna e longa viagem

Através da poesia.

Queria dar-te uma flor

Que jamais seque algum dia.

Pois ser feliz é esquecer

A amargura do momento

E só assim a vida é sublime

Bonita, ao mesmo tempo

Como este mar

Que nos separa

Nesta noite amena e calma.

 

Silêncio! Que o meu luar

Vai beijar a tua alma.

19-08-2004 1:01

 

(poema dedicado à autora do blog Asa de borboleta) 
Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2004 poema
publicado por poetaromasi às 21:03
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Agostinho SANHA a 10 de Novembro de 2008 às 22:37
21 data: 2006-09-04 09:58:36
Agostinho SANHA ( agostinhosanha@yahoo.fr / sem homepage) escreveu:

Bravo, amigo Rogerio, gostei muito das tuas poemas, um grupo de estudantes da Guine-Bissau esta apreciando essa pagina

coragem
De Graziella Amora a 10 de Novembro de 2008 às 22:38
22 data: 2006-09-05 19:00:10
Graziella Amora ( graziella_amora@hotmail.com / sem homepage) escreveu:

Muito lindo, adorei!
De manuel ferreira a 10 de Novembro de 2008 às 22:40
23 data: 2006-09-18 12:30:27
manuel ferreira ( manuel ferreira / sem homepage) escreveu:

palavras para quê,exelente muito lindo Rogério parabéns
De Camila Caramelo a 10 de Novembro de 2008 às 22:42
24 data: 2006-09-22 22:10:44
Camila Caramelo ( milacaramelo@tim.com.br / sem homepage) escreveu:

Adorei seus poemas... Astava buscando na net algo que se identificasse comigo... Encontrei quando entrei no seu site e passei mais ou menos 3 horas lendo algumas de suas poesias... agora já me sinto melhor... Obrigada!!!

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved