Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 1 de Julho de 2009

Poesia quero namorar contigo (republicado)

 

(autor: Elisabete Palma)

 

 

 
POESIA! QUERO NAMORAR CONTIGO…
(Rogério Martins Simões)
 
Nos tempos de diamante em bruto,
quando o horizonte era a eternidade,
já escrevia poemas no universo estrelar.
 
Nesses tempos de que me lembro bastante,
por não recordar os poemas,
costumava versar as estrelas cadentes e,
pendurado na ponta de um cometa,
atravessei galáxias
onde registei os meus versos.
 
Certo dia reparei, porque o disseram,
que as estrelas cadentes eram, afinal,
restos de poeiras cósmicas
– Mas eu não acreditei!
Sempre que avistava uma estrela cadente
 escrevia um poema.
Era como os devolvessem embrulhados em luz…
 
- Rogério que fizestes aos poemas?
-Os poemas maiores são todos aqueles
que se soltam das palavras
e tão libertos esvoaçam sem vento;
sem tempo…
Talvez eu veja na poesia
a forma mais sublime
de passar a barreira
 da comédia das nossas vidas.
 
Prefiro as cerejas penduradas nas orelhas.
Beijar a lua
e acordar numa gota de orvalho
manhã cedo de Outono.
 
Poesia! És tão linda!
Gosto tanto de namorar contigo.
 
18-09-2006 22:49
(Registado no Ministério da Cultura
- Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. –
Processo n.º 2079/09)
 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 23:30
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved