Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009

Poeta de corpo inteiro

 

(Foto de Rogério Simões)

 

 

 

 
Poeta de corpo inteiro!
Rogério Martins Simões
 
Sigo num tempo
Que atento sinto.
Que sinto?
Alguém falou?
Alguém deu nas vistas?
As vistas curtas confundem as próprias vistas!
Não viste nada!
Desandas!
 
Volto ao caderno.
Não escrevo!
Ligo palavras, sílabas.
Que sílabas?
Tinha tudo para ser feliz…
Tempo inútil,
Onde tudo não passou
De uma forte gargalhada de dor.
 
 
Uma criança chora!
Chora, não sei.
Chora sempre!
Que sente?
Doem-lhe estas palavras rasgadas,
Tramadas.
Dói-me esta dor,
Que se difunde
e confunde em contratempo...
 
 
Volto a sacudir os olhos na escrita.
Tenho o caderno e a mente
A ferro e fogo.
Já fui chama,
Água e gelo.
Gelo os meus pensamentos…
E desço ao patamar da escrita.
 
Movimento-me,
Volto a andar,
E dou nas vistas…
Que angústia!
Travarei a tempo?
Ou o tempo tomará conta dos meus freios?
A dor comanda o meu tempo!
 
Poucos metros me afastam da meta…
Onde já fui primeiro...
Voa, atleta,
Poeta de corpo inteiro!
 
Aldeia do Meco 14-08-2009 0:03:46
Concluído em 27-08-2009 17:03:43
 

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2009 Hoje
publicado por poetaromasi às 17:35
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Adriana a 27 de Agosto de 2009 às 20:47
Hey! O blog está altamente, parabéns C;

Venho cá também lembrar-te de que o site Teen-Lifes precisa da tua ajuda. Caso não saibas ainda, este é um blog/site que é um tipo de 'revista digital'.
Oferecemos brindes, postamos news, damos conselhos... tudo o que precisares [ou quase tudo ;D]!
Mas tens de comentar, pois a nossa equipa tem tido muito trabalho para actualizá-lo e fazer dele tudo o que já atingiu, mas infelizmente, temos poucas visitas, e quase nenhuns comentários.
Nós não queremos desistir deste projecto, por isso vamos fazer de tudo para que tenha mais sucesso.
Não te esqueças de deixar uma mensagem e nos visitar sempre que puderes C;
http://www.teen-lifes.pt.vu/

Agradecemos os comentários, e, desde que deixes a tua página web, retribuiremos TODOS os comentários.

Beijinhos
*Contamos contigo, lembra-te!
De afro man a 28 de Agosto de 2009 às 11:44
Este blog está muito bom! Parabéns.
Eu também criei agora um blog mas precisava de o promover.
Séra que poderia criar um link para o nosso blog?
Se o quiser eu no meu blog tb irei por um a dizer blog recomendado e com o seu blog. se estiver interessado vá http://dauma.blogs.sapo.pt e deixe um post de resposta a este.

Mais uma vez parabéns pelo teu blog.

De HELENA AFONSO a 1 de Setembro de 2009 às 23:10
LINDOS ESTES VERSOS! Obrigado por haver libertado a minha alma da tristeza...
HELENA
De poetaromasi a 3 de Setembro de 2009 às 00:18
Helena Afonso, boa noite.
Não posso deixar de responder às suas palavras. Aquelas que neste espaço deixei foram escritas em desespero absoluto. Sou portador da doença de Parkinson, luto todos os dias por manter a esperança e por vezes quebro. Vai para 3 meses que me tenho sentido muito pior. Isto é, a doença tem vindo a ganhar espaço e os medicamentos pouco efeito faz. Não consigo dormir! É um desassossego. Porém, são palavras como as suas que me dão força para lutar e para escrever. Obrigado pela partilha.
Rogério Martins Simões
De nomes de bebês a 4 de Março de 2010 às 18:45
Versos que relaxam, que libertam, que encantam, que apaixonam ainda mais. Estou maravilhado!

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved