Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sexta-feira, 23 de Outubro de 2009

Odores

 

 

REAL BORDALO

 

 

 

 

 
ODORES…
Rogério Martins Simões
 
Um perfume forte sobe ao meu olfacto.
Há cheiros que se confundem e fundem neste barco.
O barco quebra as ondas, dispersando, misturando outros odores.
O que escondem, e por onde andam, tantos pensamentos que distintamente viajam neste barco?
Todos diferentes.
Lenitivas abstracções, olhares distantes, escapam-se pela escotilha deste nosso barco…
Um aroma se renova enquanto o meu pensamento esfria nas águas que espumam.
Cheira, agora, a maresia…
 
(Diálogos da alma e do poeta: entre Lisboa e o Seixal)
Tejo 2009
 
 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 20:58
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Paula Raposo a 23 de Outubro de 2009 às 21:18
Tão bonito diálogo, Rogério!! Muitos beijos.
De poetaromasi a 23 de Outubro de 2009 às 22:16
Paula boa noite e obrigado.

Quem não sabe, a Paula tem um blog “As minhas romãs” e é autora de livros de poesia. O último livro está à venda. Descubram a poetisa, leiam a sua poesia.


Pelo meu lado continuo a teimar em não os editar em livro.
Depois de partir, quem se lembrará de mim.
Voltarei, certamente, e acolherei de novo os poemas que deixei de escrever.
Voltarei com um sorriso novo e não mais chorarei de dor.
Sempre,
Rogério Martins Simões

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved