Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009

O menino, o cão e o osso...

 

 

 

O MENINO, O CÃO E O OSSO
Romasi
Rogério Martins Simões

 

 

 

 

 

 

Aquela criança loira
Tinha um cão,
De cor de cinza,
Que a ternura lhe dera.
No “rostito” chorão,
Havia bocados limpos,
Desenhados,
Pela língua do cão.
E eram beijos,
Mil vezes, dados,
Sem favor,
Pelo lambão.
 
E o menino jogava
A bola de meia
Para longe.
O cão ia e regressava,
Mordiscando na peúga.
E ia atrás do cão!
E iam atrás do osso!
E ficava atrás do pão...
 
Lisboa, 1969
(Registado no Ministério da Cultura
- Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. –
Processo n.º 2079/09)
 
 

 

 

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 1969
publicado por poetaromasi às 00:36
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Helder Fráguas a 3 de Dezembro de 2009 às 14:42
Pungente!
Helder Fráguas
De Redução de queixo a 3 de Dezembro de 2009 às 21:42
Muito bom, é sempre bom lembrar estas pequenas historias.

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved