(Imagem - Tempestade - óleo sobre tela -Elisabete Maria Sombreireiro Palma)

Terça-feira, 8 de Junho de 2010

Morte na Praia das Bicas - Meco

Foto minha pelas 11, 43 horas

 

 

 

 

Tragédia na Praia das Bicas – Morte em parapente

 

Ontem, na praia, meus olhos ciciaram para o meu coração uma tristeza infinita: a morte viajou em parapente, tombou na praia, enquanto outras asas, com outra sorte, cilhavam o céu sem descer.

 

 (Imagem de arquivo)

 

Já na praia um companheiro de parapente, que desceu em seu socorro, juntou-se aos poucos heróis que se debatiam para retirar do mar o homem que queria ser pássaro.

 

Eram cerca das 11 horas e 40 minutos quando desci à Praia das Bicas.

 

 

 

Fica na minha memória, e nas imagens que recolhi: uns quantos homens e mulheres lutando para reanimar a vítima.

 

 Foto às 11,43

 

 

A chegada dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra que tudo fizeram para o salvar.

 

 

 Foto tirada às às 12,00 horas

 

Finalmente a chegada do INEM confirmando que mais nada poderiam fazer.

 

 

 

 Foto às 12,13

 

Enquanto isto, ali bem perto, e à vista de todos, estavam dois helicópteros em exercício para salvamentos no mar…

 Foto de arquivo

 

Rogério Martins Simões

 

 

 

 

 

O meu coração não é de pedra

Rogério Martins Simões

 

Quero esquecer o que não esqueci.

Quero acolher sensações novas

Mesmo que tardias

Quero exorcizar noites escuras,

Frias, mal dormidas.

Tenho sono!

 

As luzes sombrias percorrem os cantos

Escuros e frios.

Dói-me o peito.

O meu coração não é de pedra.

 

Meco, 22 de Agosto de 2009 16:09:33

publicado por poetaromasi às 02:47
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2013. Todos os direitos reservados. All rights reserved