Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 24 de Julho de 2010

Menina, seja onde for...



Menina, seja onde for

Romasi

Rogério Martins Simões

 

Terna e doce recordação

de uma certa menina:

luzia no meu coração

numa caixa pequenina…

 

Sonhava sempre contigo!

Nunca havia traição!

Apenas o injusto castigo:

Terna e doce ilusão…

 

“Terna e doce recordação

Nunca deixaste de me pertencer

É meu, o teu coração

Por favor ajuda-me a viver”

 

Menina, seja onde for,

Onde e quando Deus quiser.

Rio de seiva na tua flor…

Ontem menina, hoje mulher…

 

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 15:10
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De luadoceu a 24 de Julho de 2010 às 19:56
que lindo
essa menina e de ouro por ter alguem que goste dela
menina/mulher..as pessoas crescem/amadurecem,e bom sinal
um bom fds
De Maria João Coelho a 29 de Julho de 2010 às 23:39
Lindo...Continua a amar essa menina/mulher, que um dia terás o prazer de receber tudo aquilo a que tens direito...Beijo grande amigo.
De Menina Marota a 25 de Julho de 2010 às 09:32
Lindo! A suavidade de uma terna recordação. Adorei!
De Carlos Pereira a 12 de Agosto de 2010 às 22:00
Caro Rogério;

Belo poema: escrito não pela mão do poeta, mas pela sua alma.
Continuarei a visitá-lo.
Um abraço.
Carlos Pereira

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved