Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Dorme! Dorme! Dorme...

 

(CEZANNE)

 

 

DORME! DORME! DORME…

Rogério Martins Simões

Se me vires subir aos cabelos da lua,

E derramar malmequeres à janela,

não esqueças: que a noite foi mais tua..

Dorme descansada que durmo sem ela.

Lá fora, do lado de dentro estás nua,

onde a noite te habita estás tu mais ela,

meu sémen que grita, se agita e flutua,

ficou encalhado num barco sem vela…

Noite agitada que o meu corpo enviúva…

Sem asas voavas no cavalo de chuva.

A chuva cai e o teu silêncio é disforme…

E se a noite dorme sem adormecer,

mesmo que tu acordes não me irás ver...

Dorme! Dorme! Dorme! Dorme…

Meco, 15-08-2010 20:29:07

Rectificado e concluído 20-09-2010 16:58:50

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 13:30
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Carlos Pereira a 16 de Agosto de 2010 às 20:29
Caro Rogério;

Mais um belo soneto de amor na linha de que nos habituou.
É para mim um privilégio ler a sua poesia.
Continuarei a visitá-lo.
Um abraço.
Carlos Pereira
De Sonia Pallone a 21 de Agosto de 2010 às 00:06
Sob o efeito dessa música que me recebe fazendo carícias na alma, deixo aqui minhas pegadas e saio maravilhada com suas letras tão intensas e soberanas....Beijo grande.

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved