Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 16 de Julho de 2011

Horizonte

 

 

 

HORIZONTE

Rogério Martins Simões

 

Percorri o teu olhar e não me viste,

Estavas sentada nos limites do horizonte,

Não sei o que nessa hora sentiste,

Havia entre nós uma velha ponte…

 

Recordei ao passar por ti quando vinhas,

Debruçada nos arautos da lua,

Os viços que entravam pela porta,

E tu trancavas as portas da rua.

 

Não te quero desviar do que vês.

Talvez a ponte já lá não esteja,

Se está, pintaram-na outra vez,

E com a cor dos teus olhos não se veja.

 

Hoje, entregue a mim, nem descobriste

Que havia entre nós uma ponte,

Procuraste e não me viste:

Desvanecendo nos confins do horizonte.

Meco, 16-07-2011 19:28:39

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 21:40
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De daniella a 20 de Setembro de 2011 às 17:41
Olaa
Gostei imenso deste \"poema\" . Continuem assim , vão por um bom caminho . Beijos

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved