Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 4 de Setembro de 2012

ÁRVORE

 

 

ÁRVORE

Rogério Martins Simões

 

Árvore!

Que me defendes do sol

E tombas lutando:

Para que eu respirasse

Para que eu dormisse

Para que eu repousasse

Para que eu sorrisse

Conta-me os poisos que tiveste

Os cânticos que escutaste

Os namorados que espreitaste

Os ladrões que encobriste

Os trovões que ouviste

As portas que abriste e fechaste

Os murmúrios dos tristes

Os ventos que tapaste

Recorda-nos o canto do rouxinol…

 

Árvore

Que na alvorada me dás abrigo

E adornas o fruto que não vou comer...

Se ao morrer

Carregas o fardo

De me levares contigo:

Em tábuas, penumbra, cinzas e nada

 

Árvore

Que sabes tu de mim?

 

 

Campimeco. MECO 03-09-2007 20:53

 

 

publicado por poetaromasi às 21:07
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De soumaiseu a 5 de Setembro de 2012 às 11:06
Olá Rogério.... há já muito tempo que não te vinha visitar... Adorei o "Arvore" ... lindo.....

São

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info