Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sexta-feira, 15 de Março de 2013

“CONHEÇO A ESCADA” PLÁGIO, OU CRIME DE CONTRAFAÇÃO NO FACEBOOK

“CONHEÇO A ESCADA” PLÁGIO, OU CRIME DE CONTRAFAÇÃO NO FACEBOOK

 

Ontem apresentei queixa à administração do Facebook contra dois plagiadores que se queriam apoderar do meu poema CONHEÇO A ESCADA. Como alguns sabem este poema versa a dor que atravessa o meu corpo e rói a alma - a minha doença de Parkinson. Infelizmente nem por ser assim deixam de me plagiar. Não estranho, pois, um poema meu que vai ser no próximo sábado editado em livro numa coletânea poética da CHIADO EDITORA teve dezenas de candidatos ao plágio.

Acabo de receber a seguinte mensagem do Facebook dando-me razão:

Olá Rogério,

Agradecemos por nos colocares este problema. Removemos ou desativámos o acesso ao conteúdo de terceiros ou gerado por utilizadores que denunciaste por violar a nossa Declaração de Direitos e Responsabilidades.

Se tiveres mais violações para denunciar, submete uma nova denúncia utilizando os nossos formulários em:

https://www.facebook.com/help/contact_us.php?id=208282075858952

Se tiveres mais questões, visita a secção Propriedade Intelectual do nosso Centro de Ajuda no seguinte endereço:

https://www.facebook.com/help/intellectual_property

Cumprimentos,

Theo

User Operations

Facebook

CONHEÇO A ESCADA

Rogério Martins Simões

 

Continuo a subir devagarinho

Os degraus que me levam ao fim da estrada.

Conheço a escada.

Não conheço o caminho.

 

Cada lance de escada

Cada degrau conquistado

É uma sombra vencida

É um passo de nada.

 

Antes, subia as escadas soltando léguas,

E descia os degraus abrindo mares.

Hoje, olho para o cimo da escada…

 

Estou atrasado…

Derramo lágrimas à indiferença…

E acrescento degraus, imaginários, à descrença…

Meco, 03-05-2012 18:22:37

 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 18:20
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved