Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 24 de Setembro de 2005

MALHADA

(Fotografia gentilmente cedida por Padre Pedro – Pampilhosa da Serra)

 MALHADA
Recordações da Malhada
(Rogério Martins Simões)
 
Percorro a levada,
no sentido inverso da água,
a caminho da mó.
Meu passo é curto. Ondulado! Preciso!
E tem a mestria de um equilibrista circo.
 
- Rogério!
- Oh Rogério!
Grita minha avó!
 
Saltito, voo... ao sabor da lufada
A água é fria, pura e cristalina
Arrisco!
Quem resiste ao encanto da levada?!.
 
- Rogério
- R o g é r i o!!!!
Chama de novo minha avó.
 
Corro, ao encontro da merenda
Levantando muito pó
Evitando a contenda
Com os pés molhados e não só
 
Valha-me a destreza e a energia,
Ágil e breve recordação
Canto a água desse dia.
Que conservo no coração.
 
Um beijo minha avó!
 
2003
(Memórias da Malhada, Colmeal, Gois)
(À minha avó materna,
Júlia Ascensão Martins,
Júlia do Porto) 
ano do poema: 2003
publicado por poetaromasi às 23:39
link do post | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info