Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 31 de Janeiro de 2007

Real Bordalo

 

 

 

REAL BORDALO
Rogério Martins Simões
 
Apanho o eléctrico amarelo à pendura,
Agacho-me para o condutor não ver,
O que as tintas, e pincéis de seda pura,
Imortalizaram numa tela sem perceber.
 
Miúdo traquina pendurado na pintura…
Brincando às escondidas sem saber,
Que um pincel o apanhou com ternura.
Viaja de graça num quadro sem o ter…
 
E salta para o chão em andamento.
Abala, embalo, travo e não me estalo…
E o Mestre pinta na tela o movimento.
 
E ficam as cores arco-íris nas telas.
Os putos, os eléctricos e as vielas.
Lisboa é toda sua! - Real Bordalo.
 
Lisboa, 30 de Janeiro de 2007

 

 

  



 

 

 



 

 

 

Artur Real Chaves Bordalo da Silva


 

Real Bordalo é um "pintor de Lisboa", cidade onde nasceu em 1925. O seu talento para o desenho e pintura manifestaram-se muito cedo, tendo, com apenas 16 anos, sido admitido como pintor profissional, na Cerâmica Constância Faiança Bastitini.

Após uma experiência de sucesso na cenografia, onde trabalhou com Leitão de Barros, frequentou as aulas da Sociedade Nacional de Belas Artes, tendo como mestres em aguarela Alberto de Sousa e Alfredo Morais.

Ao longo da sua carreira, Real Bordalo realizou inúmeras exposições colectivas e individuais, não só no País mas também no estrangeiro. Viu também reconhecido o seu talento através da atribuição de vários prémios e galardões e a sua obra encontra-se representada em museus nacionais (entre os quais o Museu José Malhoa e os Museus Municipais de Lisboa e Amarante) e ainda diversas colecções particulares em

Portugal, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Espanha.

Os seus laboriosos 81 anos de vida, que festeja no ano em curso, proporcionam-nos uma obra amadurecida e pujante, cuja imagem de marca são as aguarelas com nostálgicos nevoeiros e neblinas, e que ilustram bem o seu mérito artístico como pintor.

(Texto extraído da exposição Percursos)

 


 

Parkinson: Últimas notícias

Abril

Investigadores descobrem mais sobre a origem do mal de Parkinson
Abril - São Paulo,SP,Brazil
Uma falha no modo como as células limpam as suas partes danificadas pode ser a origem dos sintomas da doença de Parkinson, segundo cientistas da ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Células tiradas de testículo funcionam como células-tronco
Estadão - São Paulo,SP,Brazil
... e cientistas acreditam que poderão oferecer tratamentos para doenças como o mal de Parkinson, diabete e lesões da coluna vertebral. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Pilates debaixo d’água é uma das novidades para o verão
Jornal da Manhã - Uberaba - Uberaba,MG,Brazil
"O Water Pilates pode ser usado em reabilitação e tratamento de várias patologias, como fibromialgia, artrose, artrite, esclerose múltipla, mal de Parkinson ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Expresso

Doença de Alzheimer 'nasce na barriga'
Expresso - Porto,Portugal
... estão na origem de doenças como Alzheimer, Parkinson, diabetes e até cancro - até aqui atribuídas a um funcionamento deficiente de certas células. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

Expresso

Três cientistas galardoados por descoberta de vírus
Expresso - Porto,Portugal
... a influência dos vírus em doenças como o Parkinson - eo papiloma vírus humano responsável pelo cancro do colo do útero, o alemão Harald zur Hausen. ...
Veja todos os artigos sobre este tópico

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 23:34
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De .-=|Þ®¡ñxëxä|=- a 31 de Janeiro de 2007 às 11:56
ola rogerio...
nao resisto ao encanto do k escreves...
sou tua fa incondicional....
vou tomar a liberdade de m tornar tua amiga pois nao sei cm se adiciona os lincks...
espero k aceites a minha amizade para ser mais facil te ler...jinho prinxexado
De Paula Raposo a 31 de Janeiro de 2007 às 13:11
Gostei de te ler. Como sempre. Beijinhos meus.

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved