Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 8 de Março de 2008

Bendita Sejas mulher

 

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma)



 

Bendita Sejas mulher

Rogério Martins Simões

 

Nos caminhos que trilhamos renascidos

Certamente já esquecemos a distância

Que prolongam os caminhos percorridos

Irás encontrar na minha ânsia

Estes trilhos marginais mas tão sofridos

 

Não me fico por silêncios

Mas, meu amor, eu te digo

Bendita sejas mulher

A eternidade é estar contigo

Bendita o sejas por ser

A razão do meu viver

 

Os ventos são adversos

Maior porta de abrigo, eu, não vi

Terá o céu no acaso

Tamanha luz no firmamento

Sem ti?

 

Repara no sentido dos meus versos

São cartas de amor que não escrevi…

Palavras adultas fora do prazo,

Construídas no encantamento,

Sem pressas, aqui!

 

Por isso, de novo, te digo

Bendita sejas mulher

A eternidade é estar contigo

Bendita o sejas por ser

A razão do meu viver.

 

24-11-2005

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2005 Favorito
Notas: Keith Jarrett\Arbour Zena
publicado por poetaromasi às 00:02
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Dalva a 16 de Agosto de 2007 às 09:58
...volto ao jardim..na esperança... retalhos de frase da música que estou ouvindo..
pois sim .. meu querido Rogério... reajo.. não permaneço inerte num cantinho.. e assim como uma reação em cadeia... tudo vai voltando ao equilbrio.. depois de tudo que passamos em 2006.
.. a esperança é o meu motivo.. ela impulsiona-me.. embora o corpo languido e cansado..por vezes queira somente solidão e sossego!.
Volto a FR em dezembro quando temos um anuncio de um bebe para o Natal!
um beijo enorme.. coragem ...
bisoussssssss



De ZezinhoMota a 8 de Março de 2008 às 13:58
Escreve muito bem e bonito! Os meus parabéns.

Bom fim de semana.

Abraço.

ZezinhoMota
De ana sofia a 8 de Março de 2008 às 16:24
Olá! Eu também inventei um poema...Vejam se gostam:


"Já sei o que é chorar...Pois já chorei
Já sei o que é cair....Pois já caí
Já sei o que é chorar...Pois já chorei
Já sei o que é perder-te...Pois já te perdi!!"

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved