Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Domingo, 25 de Fevereiro de 2007

Dueto Célia e Rogério

(Banner da autoria da poetisa brasileira ANNA MÜLLER)

 

DUETO CÉLIA & ROGÉRIO

 

PARA O AMOR

MARIA CÉLIA SILVA

 

Sofrer toda a vida por amor

Viver toda a vida sem amar

Passar toda a vida sem viver

Viver uma vida sem sonhar

Sonhar uma vida com sentido

Sentir a vida num olhar

Olhar uma vida já perdida

Perder-se para na vida acreditar

Acreditar no amor em nós presente

Contido numa lágrima sentida

Recordar toda a vida num instante

Viver em cada instante, por uma vida…

 

PARTIDA

Rogério Martins Simões

 

Ralho comigo

Da loucura que fiz

Deixando-te partir.

Entristecesse o meu coração

De não te poder sentir.

De não te poder beijar.

Rasgo a roupa

Que acabei de vestir.

Solto gargalhadas

De não quereres amar.

É a loucura de subir

Ao monte mais alto do lugar

E de lá poder abrir

Para sempre

O teu olhar…

 

8/1/1974

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: Dueto
publicado por poetaromasi às 00:11
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De M.Célia Silva a 25 de Fevereiro de 2007 às 12:10
Lindo poema...
Mas ... eu gostava de ver um poema mais alegre... todos eles de alguma forma, ou falam claramente de tristeza, ou deixam transparecer um pouco de tristeza, de amargura.... para quando um poema de esperança?
De Naty a 25 de Fevereiro de 2007 às 23:41
Olá, não conhecia este blogue. Conheci-o através do rankig dos blogstars e gostei muito, do lay-out ao conteúdo. Muitos parabéns!

Em relação ao post, é lindo, a tristeza nas palavras, é bem patente, num sentimento de perda. As vezes só nos apercebemos do quanto amamos, depois da perda! E sofrer por amor e por tanto amar!

Beijinhos da Naty

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved