Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Domingo, 25 de Março de 2007

Não chores por mim, não chores, sabiá...

 

Não chores por mim, não chores, sabiá…

Rogério Martins Simões

 

Debaixo do sabiá está um homem a descansar

Dorme, dorme, cortador que sabiá não é pinho…

-Dorme, trabalhador que sabiá te vai abrigar!

-Sabiá onde estás? Oh meu lindo passarinho?

 

-Toma cuidado oh sabiá não o deixes acordar

Num galho de um sabiá, o sabiá faz o ninho

Vai-te embora oh caçador que sabiá quer pular,

Do cimo do sabiá, para a mata de rosmaninho

 

Uniram-se os sabiá e o homem ficou ao sol…

Debaixo do sabiá está agora um guarda-sol

Volta sabiá! Canta sabiá que alegria já não há

 

Eu vi um sabiá com uma semente no bico

Deitou-a a meus pés, eu com ela não fico

Volta a dar sombra sabiá! Vem cantar sabiá!

Lisboa, 13 de Março de 2007

 

ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 22:11
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De cindamoledo a 26 de Março de 2007 às 16:48
O que posso dizer...é lindo!
De Paula Raposo a 26 de Março de 2007 às 17:27
Sempre lindos todos os poemas que tenho o privilégio de ler, escritos por ti. Beijos.
De M. Célia Silva a 27 de Março de 2007 às 09:20
Cheira a rosmaninho a quente e a fresco da primavera em flor.... continua ainda a cheirar a "tristeza" de fim de inverno....
Muito bonito....
De caritasouzza a 27 de Março de 2007 às 20:46
OLá! Vim visitar você. Deu-me uma saudade danada de seus versos. Encontrei a belissima música fascinação. Encontrei td muito lindo. Parabéns. Desejo-lhe excelente quarta feira abençoada por nosso Deus maravilhoso. Bjos doces.

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info