Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 3 de Abril de 2007

Desafio ao poeta

 

 

(óleo sobre tela

Elisabete Maria Sombreireiro Palma)

 

 

 

 

DESAFIO AO POETA

Rogério Martins Simões

 

Iniciámos juntos a caminhada,

Proclamámos versos ao sol-pôr

Percorria um violino a estrada

E soltava uma canção de amor

 

Acendi nos anos todas as velas…

Não consigo disfarçar a ventura

Enfeitava teus cabelos na loucura

Se te visse voltarias às estrelas…

 

Esvoaçaram pérolas de violetas

Manhãs de sol, chuva e Primavera

Cresceram nos canteiros borboletas

Se te ler nos olhos serás quimera…

 

Olhei a manhã ver se não te via

Seguias os teus passos paralelos

Trago meiguice nos meus desvelos

Recordo em ti versos e alquimia

 

Não te sei sentir indiferente

Ocupa-me agora com o olhar

Cego não te irei olhar de frente

Resta o violino para recordar

 

Dança! Agora, vamos dançar

Melodia inacabada… clave de sol

Não te podia ver! Se te ver irei corar

Esvoaçam versos em girassol….

 

Lisboa, 03-04-2007 22:52:51

 

 

 

DESAFIO AO POETA
DECLAMADO PELA POETISA BRASILEIRA
ANNE MÜLLER
 
Para escutar este poema no YOUTUBE por favor desligue o fundo musical do blog



 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 3/3/2007
Notas: Publicado em 3/4/2007
publicado por poetaromasi às 19:42
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Maria Petronilho a 4 de Abril de 2007 às 01:34
Girassóis!
É pleno o dia
Abrem-se ao céu as corolas
Destilando doce néctar
E em redor
as pétalas louvam o sol!
....Mas eu canto em dó menor
o meu Fado
Ainda assim
o trinar da Alma
não calo!
O teu violino, Poeta,
achei, poli e pousei
bem no cimo do telhado
Consuma pois o teu dom,
que anseio sempre escutá-lo!

Desejo uma doce Páscoa, para ti e para os teus, com muito carinho,
Maria
De poetaromasi a 4 de Abril de 2007 às 14:14
Maria Lisboa,
Que honra a minha de te receber com um lindo e espontâneo poema.
Agradeço-te pois, para além de poetisa, és uma verdadeira amiga desde o primeiro minuto.
Mais uma vez obrigado por seres quem és e por me teres dirigido em tempo palavras que o coração não deita fora. E se a minha poesia está aqui e não deitei fora a ti a uns quanto amigos o devo...
Só desejo que o teu livro de poesia tenha o sucesso que mereces. Páscoa Feliz
Rogério

De Paula Raposo a 4 de Abril de 2007 às 10:32
Lindíssimo poema Rogério!! Boa Páscoa para ti também.Beijinhos.
De poetaromasi a 4 de Abril de 2007 às 14:25
Querida amiga Paula Raposo
Mais uma poetisa com livro editado deixa uma mensagem de agrado.
A Paula é uma poetisa de “verso na boca” tal é o génio e a arte. Tenho na Paula Raposo uma amiga virtual que me visita regularmente deixando lindas rosas.
Eu te agradeço, eu te peço desculpa por não ser assíduo no teu blog, como nos outros. Estivesse livre da Parkinson e o canto seria outro.
Ainda assim não irei desistir e quem sabe se um milagre me devolva a força perdida e na articulação dos gestos possa conceber uma página ou blog aberto a todos os poetas em língua portuguesa.
Só desejo que o teu livro de poesia tenha o sucesso que mereces. Páscoa Feliz
Rogério
De Vítor Marceneiro a 4 de Abril de 2007 às 11:52
Feliz Páscoa e muitas felicidadese.
Espero que continue a ter essa fantástica inspiração para nos fazer os poemas que faz.
Vítor Marceneiro
De poetaromasi a 4 de Abril de 2007 às 14:31
Amigo Marceneiro

O amigo Marceneiro é neto de um fadista que tanto admiro: Alfredo Marceneiro.
Quero agradecer as suas palavras, razão e força que me incentivam a escrever. Talvez um dia eu possa escrever e dedicar o tempo que me resta à poesia.
Obrigado e Santa Páscoa.
Rogério
De Artur de Assis Andrade a 4 de Abril de 2007 às 21:52
Parabéns pelo blog!

Maneiríssimo!


http://www.casasbahia.org
De adelaide amorim a 6 de Abril de 2007 às 04:25
Visita ao(s) poeta(s) para matar saudades... Boa Páscoa, Rogério amigo.
De Um Poema a 6 de Abril de 2007 às 15:31
Uma Páscoa Feliz para ti e para quantos te são queridos.

Um abraço
De Edimar Suely a 23 de Maio de 2007 às 14:13
Olá,

Passei para conhecer seu belo espaço e deixar meu cr]arinho.
Desejo uma linda quarta feira e muita paz.

Smack!

Edimar Suely
edi_suely.blig.ig.com.br
De AnaMar a 29 de Junho de 2008 às 21:59
Mais vale tarde que nunca. adorei descobri-lo e ...lê-lo. São tantos poemas, mas um despertou-me a atenção: está a correr, lateralmente e penso ter sido escrito em Abril de 2004. É belíssimo, quase musical.
Vou tentar encontrá-lo. E foi escrito no Meco...
Abraço
De poetaromasi a 29 de Junho de 2008 às 23:43
AnaMar, boa noite

Agradeço o seu comentário e logo que possa visitarei o seu blog. O poema que refere presumo ser o VOLTEI! Voltei é um dos meus preferidos e por acaso estava a tentar colocá-lo no YOU TUBE pois foi gravado pelos Estúdios Raposa na voz de Luís Gaspar. Uma boa noite,
Rogério

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved