Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 12 de Junho de 2007

FADO...

(LISBOA - ALFAMA - TEJO)

 

 

 

 

fado

 

Rogério Martins Simões

 

Nas ruas da velha mourama

Era famoso o arroz de cabidela

No velho Pereira de Alfama.

Eram os pregões das varinas

Tocavam as concertinas

E os gatos espreitavam à janela

 

Mas Alfama não está quieta!

Fervilha, está viva, irrequieta

E um cheiro a namorico…

Deixa o Manel de alerta

Atira-se a um manjerico…

Com ciúmes da fadista Berta

 

A Berta que vê o artola…

Com naifa de ponta e mola

Não cede o passo ao Manel

- Acudam! Grita a infiel…

 

E no meio desta algazarra

Vasos partidos e tanto brado

Surge um fadista safado

Abraçado a uma guitarra

 

Pára a guerra na viela!

E o povo vem à janela,

Há fadistas por todo o lado…

Toca o Chico a Madragoa

Silêncio! Que a nossa Lisboa

Vai ouvir cantar o fado…

13/06/2007

 

 

 



 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 22:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Regiane de Oliveira a 13 de Junho de 2007 às 05:01
Poeta, tomo a liberdade de menciona-lo, como " querido poeta "...como é de praxe , costumo ler tuas obras em voz alta e hoje ao ler FADO, escolhi como fundo musical Dulce Pontes interpretando FERREIRO...e que sonho, me portei a cena como se estivesse de verdade, em Alfama , presenciando o fato. Essa é a magia de tua obra, tão bem elaborada, construída , trabalhada, vivida na sua essência, que leva o leitor a fazer parte desta obra literária. Parabéns, estou encantada com tal riqueza !
De mima a 14 de Junho de 2007 às 20:33
nunca gostei de fado o deio mas adorei os poemas
parabens
De ÉonoÉ a 14 de Agosto de 2007 às 10:04
Gustome moito este fado mais eu non falo moito ben o portugues. Eu pesquiso uma resposta sobre os fados. ¿Os fados se bailan? Amigos mios portugueses que viven en España dinme que sí, e mais, ellos bailan fados dun modo entusiasta. Pero na embajada portuguesa dijeronme que os fados nunca se bailan. ¿Podenme ajhudar?Obrigado
elduendedelbaobab@gmail.com

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved