Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 12 de Julho de 2007

Recomeçar; Borboleta-Mulher; A tua melodia

 

(Senhor da Pedra - Miramar )

 

 

RECOMEÇAR
Efigênia Coutinho

 

Na ousadia de recomeçar a Vida
eu tentaria refazer meus
sonhos ainda mais grandiosos!

Embelezando ainda mais a alma!

 

 

Porque a Vida não tem limites
nem medidas, e, é mais bela e
maior depois que se conhece o Amor
e se vai vivendo para este Amor!

 

 

Nada mais grandioso que o Lacre
da alma com outra alma, ao encontro
do mesmo ideal do caminho a percorrer!

 

 

Não padeças se encontrares meu
coração triste, mas fique triste

quando não encontrar o meu coração!

 

 

JULHO 2007



BORBOLETA-MULHER
Daniel Cristal


Com os tinteiros que hoje me ofertaste
desenhei a mais linda borboleta
co' a cor maravilhosa do contraste;
quando terminei pu-la na gaveta...


Mas, de repente, ela voou liberta;
circundou todo o espaço à minha volta
e partiu para ti à descoberta
da emoção que atraiu a viravolta.


E quando a voltei a ver, deu-se um milagre:
já não era um insecto muito belo
mas a mulher à espera que a consagre.


Borboleta é mulher em paralelo!
Já não sei em que mundo te desenho
pois sagro em ti um novo desempenho.

2007.Portugal

 

 

A TUA MELODIA

Efigênia Coutinho

 

Enfeitiçada pelo teu canto,

a sonhar e bailar nas vozes

dos pássaros, qual hino celeste,

seduzes-me a cada alvorecer.

 

Se o acaso permitir, este afeto

hei de consolidar, voando nas

asas dum Condor, viverei este

Amor que faz canção no peito!

 

Permanece onde estás, porque

cruzarei todos os céus e mares,

por este afago do teu clamor!

 

Sendo uma vereda infinita, viva

qual rosa-dos-ventos, elevada

ao tom maior do Amor sentido.

 

Balneário Camboriú

Abril 2007

(BRASIL)

 

 

http://www.avspe.eti.br/efigenia/indice.html

ano do poema: Efigénia & Daniel Cristal
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Comentários:
De poetaromasi a 12 de Julho de 2007 às 01:03
LINDO!
bjs rogério simões

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info