Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 21 de Julho de 2007

Fenix

 

 

FÊNIX
Efigênia Coutinho

Na audaz inspiração, que me arrebata,
Entre abismos de Luz e Harmonia,
Possuída pelo silêncio, o gesto mudo
Virei à costa pela Dignidade.

Foi preciso ser forte, ter coragem
E matar tudo num suspiro!
De luz, de amor, de êxtase.
Contemplo!...
O grito, na expectativa do Amanhã!

Os músculos se estendem, e sentem
Minhas Asas começarem a se movimentar:
É o renascer duma Alvorada ...
Tal qual Fênix das cinzas Futurecendo!

E não vejo a hora de iniciar meu
VÔO COM FORÇA, PAIXÃO E DETERMINAÇÃO!!!
Sou Rainha, Deusa e Guerreira
À espera desta minha ou dessa outra mão!


27/12/04
Balneário Camboriú

ano do poema: EFIGÉNIA COUTINHO
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info