Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

Odisseia

(Elisabete Sombreireiro Palma)

ODISSEIA
Rogério Simões
 
Se ao menos me dissessem
- podes esperar!
Se a soma dos meus pensamentos
fossem a resolução dos meus lamentos,
voltaria a ter um sorriso aceso de criança,
gaiato,
pendurado no beiral
da plenitude da minha odisseia.
Desfaço o nó imaginário,
na corda
que enrola as minhas mãos,
e deixo deslizar o pião
08-06-2006
Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2006
publicado por poetaromasi às 22:59
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De Suzette Duarte a 10 de Novembro de 2008 às 22:55
29 data: 2006-10-03 23:34:09
Suzette Duarte ( violetavioleta@sapo.pt / http://www.suzetteduarte.com) escreveu:

Olá Rogério: Só agora tive conhecimento do seu historial doença, olhe amigo a FÉ move montanhas, tenha esperança que o seu caso será atenuado com a evolução que a medicina tem. E também soube agora do seu blog que estou aqui presente escrevendo e entusiasmada com a sua poesia. Muitos parabéns!!! à minha amiga Efi também que está presente com a sua poesia. Para ambos felicidades!!!
Se me quiser visitar veja em: www.suzetteduarte.com

(transcrição do livro de comentários findo)
De Francisco a 10 de Novembro de 2008 às 22:59
30 data: 2006-10-05 10:06:42
farncisco ( francisco_pissarra@hotmail.com / sem homepage) escreveu:

sem palavras
Transcrição do livro
http://two.guestbook.de/owner/index.cgi?gid=857526
Findo
De Blanka a 10 de Novembro de 2008 às 23:00
31 data: 2006-10-09 23:17:10
Branka ( brankkab@hotmail.com / http://kantinhugifs.sites.uol.com.br/) escreveu:

Vim retribuir sua visita!
Adorei seus poemas e com certeza voltarei mais vezes para ler todos.
Parabéns e muitas felicidades
De Ana Alice a 10 de Novembro de 2008 às 23:01
32 data: 2006-10-11 02:22:15
Ana Alice ( zanettini@sigmanet.com.br / http://www.ana.zanettini.nom.br) escreveu:

Estive navegando em sua página , e me encantei com todos os textos, parabéns vc é um poeta vertente de alma.
abraços
Ana Alice
De Gloria Guedes a 10 de Novembro de 2008 às 23:02
33 data: 2006-10-12 14:55:14
Gloria Guedes ( gloria@gloriawebsite.com / http://www.gloriawebsite.com) escreveu:

Olá meu amigo Rogério, bom dia.
Obrigada por sua carinhosa visita ao meu site e pela linda poesia que deixou lá. Obrigada meu amigo, você sempre será bem recebido em minha casinha virtual. Estava lendo suas poesias.
Beijo grande em seu coração
Gloria
De José Silva a 10 de Novembro de 2008 às 23:05
34 data: 2006-10-12 22:58:31
jose silva ( jose.silveira1@gmail.com / sem homepage) escreveu:

adoro
ler poesia
obrigado por tudo
J.Silveira
De Maria José Madureira a 10 de Novembro de 2008 às 23:07
36 data: 2006-10-16 18:56:01
maria josé madureira ( zemadureira@oniduo.pt / sem homepage) escreveu:

espraiei-me hoje por alguns dos seus poemas e não me surpreendi uma vez que tive já o privilégio de o conhecer e conviver pessoalmente com a sua grande sensibilidade. Amigo Rogério felicito-o por tamanha grandeza de palavras/sentimentos e à sua Bete por lhes dar tanta cor. Um beijão.
Mzé.
De Hilde aus Deutschland a 10 de Novembro de 2008 às 23:08
37 data: 2006-10-17 09:44:39
Hilde ( torusk13@t-online.de / http://www.hilde-noh.de) escreveu:

Ola amigo Rogerio
Desculpe mas eu falar so um pouco portugues.
Tua Pagina Muito bom. Eu visitar outra vez.
Lisboa e muito bom Cidade, eu visitar ano 2004 , ferias do Lagos.
ficaria muito contente sobre uma visita na minha pagina principal-
abraco
Hilde aus Deutschland
De jasciaria a 22 de Dezembro de 2011 às 19:06
é muito legal eu gostei! mas eu queria mas imagens ou frases para armazenar

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved