Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 24 de Junho de 2014

PALHAÇO

PALHAÇO

Rogério Martins Simões

 

Ai se eu pudesse ser arauto do contrário,

Alargando o disfarce e a mímica.

Se eu pudesse mostrar que esta química,

Transforma tantas vezes este circo em calvário.

 

Se por momentos deixasse de ser palhaço,

Atrelando ao olhar o que na verdade sinto.

Pudesse dizer que rindo, do que faço,

Sou apenas palhaço no recinto.

 

Depressa, veste o traje e pinta o rosto,

Que o circo está cheio de meninos,

E o que importa é fazer rir os pequeninos:

Mesmo que o teu riso seja desgosto.

 

Batem palmas e riem tanto,

Que mesmo chorando não minto:

Lágrimas que este meu riso de pranto,

A todos fazem sorrir por instinto…

 

Meco, 23/06/2014 23:19:49

 

(In “Poemas de Amor e Dor”)

((Poema do próximo livro

Registado no Ministério da Cultura

Inspeção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C.

Processo n.º 2079/09))

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 19:06
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 19 de Junho de 2014

O meu coração não é d...

O meu coração não é de pedra Rogério Martins Simões Quero esquecer o que não esqueci. Quero acolher sensações nov...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:59
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 20 de Março de 2014

FELICIDADE

FELICIDADE Rogério Martins Simões Felicidade Passa E quase não se sente, Passa. Sem passado Nem presente. Olhem...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 15:23
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 17 de Março de 2014

Meu poema da madrugada

MEU POEMA DA MADRUGADA Rogério Martins Simões Havia um perfume qualquer, Que seduzia e encantava: Corpo e lume de...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:13
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 12 de Fevereiro de 2014

CICLO FECHADO

Ciclo fechado! (O MEU SEGUNDO GRITO!) Rogério Martins Simões Se o teu rosto não sorri, E o teu cabelo não des...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:32
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 10 de Janeiro de 2014

A caminho da luz

(Óleo sobre cartão Elisabete Sombreireiro Palma) A CAMINHO DA LUZ Rogério Martins Simões Além... na estação d...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:17
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 9 de Dezembro de 2013

Sarilho...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 27 de Maio de 2013

SEGREDOS MEU AMOR

Segredos, meu amor (Doação) (Rogério Martins Simões) Segredos, meu amor Hoje te quero revelar! Se eu pudesse te d...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:09
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 25 de Abril de 2013

LIBERDADE

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 24 de Abril de 2013

LIBERDADE

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:49
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved