Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2014

PARKINSON: SORRINDO À DOR PARA VIVER

Still Life 004401.jpg

 

 

PARKINSON: SORRINDO À DOR PARA VIVER

Rogério Martins Simões

 

Amarram-se estes dedos com que escrevo.

Enfraquece-me a fala. Não a entendem.

Todos os movimentos se me prendem.

Perdi a esperança e sei que a ti o devo…

 

Trina tão forte meu despertador,

Lembrando os comprimidos a tomar.

Sou fábrica de espasmos e de dor.

Sofro por turnos sem mais descansar.

 

Parkinson: maldita sejas doença,

Que tanto aqui me tens feito sofrer.

Parkinson: tu terás a indiferença.

 

Que diferente te eu seja na viagem:

E baloiça meu corpo na coragem.

Sorrindo eu mesmo à dor para viver.

 

Meco, Praia das Bicas, 03/12/2014 22:51:43

 

 

 

 

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 23:07
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 17 de Novembro de 2014

Escutei um rugido ao ...

Tela de Elisabete Sombreireiro Palma ESCUTEI UM RUGIDO AO VENTO II Rogério Martins Simões Escutei um rugido do ve...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:48
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Florbela Espanca - Pa...

FLORBELA ESPANCA (PAPOILAS DA ALMA) Rogério Martins Simões Enquanto na planície o sol dançava, Todos os seus dese...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:51
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 9 de Outubro de 2014

Gira que gira a minha...

GIRA QUE GIRA A MINHA TRISTEZA Rogério Martins Simões Certa como incerta é minha certeza: É estar morto e sen...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:40
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2014

Liberdade

Para escutar o vídeo desligue por favor o fundo musical do blog, obrigado LIBERDADE Rogério Martins S...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:37
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 3 de Outubro de 2014

Liberdade

LIBERDADE Rogério Martins Simões Quando as manhãs, as tardes, e as noites escondiam, desesperados esperá...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:22
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 22 de Setembro de 2014

Dizer para quê?

DIZER PARA QUÊ? Romasi Rogério Martins Simões Dizer para quê? Falar para quê? Sentir para quê? Viver para quê? Fa...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:42
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 24 de Junho de 2014

PALHAÇO

PALHAÇO Rogério Martins Simões Ai se eu pudesse ser arauto do contrário, Alargando o disfarce e a mímica. Se eu pu...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:06
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 27 de Maio de 2014

O MEU POEMA

O MEU POEMA Rogério Martins Simões Ando De casa às costas A minha cama É de bambu. O meu cobertor É de cinza. E o meu...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:20
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 26 de Abril de 2014

LANÇAMENTO DO MEU LIV...

CONVITE LANÇAMENTO E APRESENTAÇÃO DO LIVRO “GOLPE DE ASA NO SEQUEIRO” DE ROGÉRIO MARTINS SIMÕES “CHIADO EDITORA” Seg...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:51
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved