Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Domingo, 28 de Setembro de 2008

O FILHO DA CALÇADA...

 

 

 

O FILHO DA CALÇADA
(Rogério Martins Simões)
 
Eu vi
O filho da calçada
Sorrindo de anjo
Com os cabelos sujos
Da cor do barro.
E o barro
Era a cor do anjo do céu…
O sujo é o amor
Da gente que passa
Coberta de véu...
 
E havia estradas
No rosto
Das lágrimas
Deitadas.
E havia candura
No lado oposto
Do cabelo
Cortado à pedrada…
E as pedras
Eram tábuas
E os cabelos
A almofada.
O cão a companhia
Ao filho da calçada.
 
Eu vi
O filho da calçada
Sorrindo de anjo
Com os cabelos sujos
Da cor do barro.
29/1/1975
 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 1975
Notas: Dorme meu menino José Afonso
publicado por poetaromasi às 15:15
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

Quisera andar de carr...

Este poema, de que gosto muito, foi dedicado a todos os meus “companheiros” portadores da doença de Par...

Ler artigo
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 23:50
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 2 de Setembro de 2008

Fado! Só fado!

Óleo sobre tela REAL BORDALO Igreja Senhora da Saúde Fado! Só fado Rogério Martins Simões Lisboa Não...

Ler artigo
ano do poema: hoje
publicado por poetaromasi às 22:21
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 19 de Julho de 2008

O MEU POEMA...

O meu poema Romasi Ando De casa às costas Minha cama É de bambu. Meu cobertor É de cinza. E o meu corpo vest...

Ler artigo
ano do poema: 1975
publicado por poetaromasi às 22:15
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

O BARCO PARTIA À VELA

(óleo sobre tela Elisabete Maria Sombreireiro Palma) O barco partia à vela Rogério Martins Simões Éramos...

Ler artigo
ano do poema: 2006 FAVORITO
Notas: In the Enchanted Garden\04 Butterfly Kevin Kern
publicado por poetaromasi às 19:35
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 24 de Junho de 2008

Rio de peixe, mar de ...

RIO DE PEIXE, MAR DE CARNE… ROMASI Foste ao mar Aventureiro Rio de peixe Tragaste o duro pão Aventurei...

Ler artigo
ano do poema: 1973
publicado por poetaromasi às 14:06
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 28 de Maio de 2008

introspecção

(óleo sobre tela CEZANNE) INTROSPECÇÃO Rogério Martins Simões Se não conseguires escrever com as duas mãos, ...

Ler artigo
ano do poema: 2008
publicado por poetaromasi às 00:25
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 26 de Maio de 2008

Ando para aqui sem se...

(Óleo sobre tela CEZANNE) ANDO PARA AQUI SEM SENTIDO Rogério Martins Simões Ando por aqui sem sentido - mei...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:44
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 14 de Março de 2008

Percursos...

(Cópia Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) PERCURSOS Rogério Martins Simões Andamos aos poucos a es...

Ler artigo
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 00:05
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (7) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

TARIK Morreu o meu li...

Hoje, dia 23 de Janeiro de 2008, o nosso inteligente e lindo cão morreu! Há anos ofereci um lindo cão –...

Ler artigo
ano do poema: TRISTE
publicado por poetaromasi às 00:28
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (10) | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved