Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 10 de Maio de 2011

Primavera

 

(FOTOGRAFIA DE Rogério Martins Simões)

 

 

PRIMAVERA

Rogério Martins Simões

 

Há pouco,

quando a noite deixou de chover;

quando o gelo se deixou derreter…

fiz-me à estrada.

Estou a andar! Preciso de andar.

 

Releio e vejo

Florbela Espanca,

Lívida da febre,

em seus versos tristes,

(delírio),

 a escrever a “má visão”.

Revejo-a ali,

naquele branco lírio,

entre os pinheiros crescidos,

do horizonte,

e à distância a que me encontro,

defronte,

neste espaço do caderno.

 

Esvoaçam lágrimas

volto a andar por veredas

sem antever que rente

revejo o trilho doente

 da sua aparição…

 

Esta noite choveu,

ando,

estamos a andar…

 

Olho o monte das folhas secas…

Onde despontam os matos

E os cogumelos de tantas cores.

 

O sol está raiando

Tenho luz à tua espera…

Vai! É primavera!

 

À minha frente abre-se uma estrada,

entre pinheiros,

que tenho de percorrer.

Não posso parar;

Gostamos de escrever.

Vai! É primavera.

 

Um melro assobia,

outro responde

-É primavera!

 

Um besouro chegou,

sei lá de onde?

Chegou!

É Primavera

 

Os botões das roseiras

dão-se a conhecer

às folhas novas

que os viram nascer:

-É primavera

 

Duas borboletas ensaiam um baile.

Vieram ter comigo.

Querem ir contigo…

Na primavera.

 

O sol está queimando

Temos luz à nossa espera,

Vai…

Que eu estou chegando…

É primavera!


Campimeco, Praia das Bicas, Meco, 1/4/2011

(Registado no Ministério da Cultura

Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C.

Processo n.º 2079/09)

 

 

 

publicado por poetaromasi às 00:10
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Sábado, 24 de Abril de 2010

Aos meus poemas

Óleo sobre tela REAL BORDALO) Aos meus poemas Romasi Rogério Martins Simões Esta pasta encerra e transporta a mi...

Ler artigo
ano do poema: Poemas antigos 1973
publicado por poetaromasi às 20:45
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Sábado, 20 de Fevereiro de 2010

Ando por aqui sem sen...

(CEZANNE) ANDO PARA AQUI SEM SENTIDO Rogério Martins Simões Ando por aqui sem sentido - meio despido, mei...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:39
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010

Zumbido

ZUMBIDO Rogério Martins Simões Lá fora, no colar da escuridão, percute o vai e vem das ondas do mar. Mande...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:59
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Lentamente...

Lamentavelmente, alguém modificou o meu código html e só há pouco dei por isto. Mesmo com muita dificuldade, tenh...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 15:07
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (12) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010

Fuga...

FUGA Rogério Martins Simões Quero fugir. Sobrevoar a montanha onde adormece e se distende o sol... Não o...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 17:31
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2010

Amanhã estarei melhor

Amanhã estarei melhor Rogério Martins Simões Hoje continua o lastro do meu estado de alma do dia de ontem. Es...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:17
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 19 de Janeiro de 2010

Os anos correm

(Óleo sobre tela Elisabete Maria Sombreireiro Palma) OS ANOS CORREM! Rogério Martins Simões Os anos correm! O ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:59
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (7) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2009

CORRO! (republicado)

CORRO Rogério Martins Simões Corro! Meus olhos correm E não me mexo. Mexe-me o silêncio e a grandeza Do pensam...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 17:29
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 7 de Dezembro de 2009

Rio de peixe; mar de ...

MECO 2009 RIO DE PEIXE, MAR DE CARNE… ROMASI Rogério Martins Simões Foste ao mar Aventureiro Rio de peix...

Ler artigo
ano do poema: 1973 Poemas antigos
publicado por poetaromasi às 22:38
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info