Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Domingo, 18 de Janeiro de 2015

FERRO NAS PALAVRAS...

autodefe.jpg

 (Auto-de-fé em Valladolid)

 

EU, ANTÓNIO JOÃO

(Rogério Martins Simões)

 

Eu, António João,

Filho de João Anes, lavrador,

E de Isabel Pires, Lavradeira,

Cristão Velho

Perante vós do Santo Ofício

juro por Deus e só por isso

que outra fé não tenho

A que sempre fui submisso

Desde os tempos de antanho

Pois pertenço ao rebanho

Do priorado da minha terra

Temente e a Deus fiel

Assim foi meu crescimento

E nunca lhe fui infiel

Por Jesus no Sacramento

E por minha mãe Isabel

 

(Mensagem M. de 12/9/2014)

(António João, do Vale Serrão, Pampilhosa da Serra, condenado pela Inquisição)

 

Ferros nas palavras…

Rogério Martins Simões

 

Os ferros prendem as letras

Quando as letras formam

Palavras inconvenientes…

 

O que sentiste quando

Te cortaram a respiração?

Como engoliste as palavras,

Quando te torturaram

Pelas palavras

E te colocaram a ferros?

 

Com que ferros te marcaram,

E te secaram o grito.

 

Que raiva quando nos deixam sem ego!

 

Ainda assim:

Os cobardes vestidos de negro

Não te mandaram para a fogueira…

Nem te queimaram os ossos...

Quando nem os deuses

Protegiam os inocentes…

Meco, 12/9/2014 22:17

(Ao António João, do Vale Serrão, Pampilhosa da Serra, condenado pela Inquisição e a todos os perseguidos…)

 

 

publicado por poetaromasi às 17:26
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info