Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 19 de Fevereiro de 2014

Roubava uma cereja...

Roubava uma cereja

Rogério Martins Simões

 

Poiso os olhos numa cereja,

Tão exposta ao olhar…

Antes que outra mão a veja,

Aquela vinha mesmo a calhar…

 

É meio-dia!

Ao almoço contam-se os tostões.

Pobre diabo que só pensa em bifes

E os vê por um canudo,

Antes fosse peta,

Ou brincadeira de Entrudo,

Que isto de passar “fome de rabo”

Com a barriga vazia

Até rábano se comia…

 

Engano e engasgo a fome…

Que por ter fome demais

Volto a pensar na cereja

Que vinha mesmo a calhar…

 

Meco, 2/11/2011

 

 

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
tags: ,
publicado por poetaromasi às 22:06
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Comentários:
De ely a 15 de Março de 2014 às 20:21
Que hotoria linda eu gosto muito te ammor adoro vcs obrigada por tudo ass.ely beijooos

Comentar post

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved