Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 23 de Agosto de 2007

A espaços nada entendo...

(Autor Mestre Real Bordalo)

 

 

 

A ESPAÇOS NADA ENTENDO

Rogério Martins Simões

 

A espaços nada entendo

É como se tudo desaparecesse

Todo o universo se juntasse

E ao mesmo tempo nada existisse.

Quem sou eu afinal?

Que faço eu aqui?

Quem vai ler o que escrevo

Se nada existe ali…

 

Estarei por certo mal

É como se tudo parasse

E na calmaria só o vento...

-Vento! o que és afinal?

-O vento vira furacão

E faz da cidade um lugar.

 

Aluga-se o meu pensamento…

Cede-se um espaço ao luar

Penduro-me na cabeça do momento

E vou por aí a navegar

 

A terra é redonda

A lua está ao alcance da mão

O espaço não se monda

Tudo junto, tudo certo

Céu aberto

Como o meu coração

Que no meu corpo manda

E desanda…

 

A minha alma vai e vem

Vem! Sou um simples mortal

Quando, sem esperança final,

Toda a esperança se tem...

09-09-2005 20:19

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 00:33
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 22 de Agosto de 2007

Se voltasse não mais ...

(Óleo sobre tela - Elisabete Sombreireiro Palma) Se voltasse não mais choraria Rogério Martins Simões Gosto dos...

Ler artigo
ano do poema: 2005 favorito
publicado por poetaromasi às 00:01
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 25 de Março de 2007

Não chores por mim, n...

Não chores por mim, não chores, sabiá… Rogério Martins Simões Debaixo do sabiá está um homem a descansar Dor...

Ler artigo
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 22:11
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 21 de Março de 2007

Dia mundial da poesia

DIA MUNDIAL DA POESIA Comemora-se hoje o dia mundial da poesia. A minha homenagem a todos os poetas conhecidos ou d...

Ler artigo
ano do poema: A poesia é linda!
publicado por poetaromasi às 00:29
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 16 de Dezembro de 2006

óleos, poesia, Bete, ...

(Óleo sobre tela - Elisabete Palma) VESTÍGIOS… Rogério Martins Simões Por vezes faço as pazes comigo, Sem-abri...

Ler artigo
ano do poema: 2006 inédito
Notas: Call of the Unknown-DEUTER
publicado por poetaromasi às 21:41
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (7) | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 17 de Outubro de 2006

Eugénio de Andrade

EUGÉNIO DE ANDRADE Rogério Martins Simões Lenço alvo... acena Na cena da despedida Lírio do campo Minha alma açuce...

Ler artigo
ano do poema: 2004
publicado por poetaromasi às 22:47
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 30 de Agosto de 2006

Derradeira oração

A derradeira oração marca uma época da minha vida. A guerra colonial estava a marcar profundamente a minha juve...

Ler artigo
ano do poema: 1998
publicado por poetaromasi às 22:18
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 18 de Maio de 2005

Alentejo, debruado a ...

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) Alentejo, debruado a Arraiolos Rogério Martins Simões Na dourada pl...

Ler artigo
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 00:36
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 4 de Outubro de 2004

Eis aqui um homem

(Foto Padre pedro) EIS, AQUI, UM HOMEM! Romasi Rogério Martins Simões Eis, aqui, um homem, nos passos vazios da...

Ler artigo
ano do poema: 1975
publicado por poetaromasi às 20:16
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 25 de Agosto de 2004

Água salgada

Água Salgada Rogério Martins Simões Tenho sede...e sofro É em vão a minha dor. A vida acaba Quando espero o se...

Ler artigo
ano do poema: 1968
publicado por poetaromasi às 00:01
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved