Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Terça-feira, 9 de Setembro de 2008

Pára

   

 

 

 

 

 

 

PÁRA
Rogério Martins Simões
 
Segredaste-me tantas palavras,
Esta noite meu amor,
Quando no quarto imperava o silêncio!
E disseste tantas coisas,
Em silêncio,
Que nada ficou por dizer!
 
Tu sabes que eu gosto do silêncio!
De respeitar o silêncio,
Mesmo que ele incomode.
 
Incomodam-me
Mais os estados de “não alma”,
Que perturbam o silêncio,
Com palavras ditas de forma não calma.
 
Eu sei que não conheces
As “não palavras:
Que me ferem os tímpanos,
Que não acalmam!
Que me pulverizam o silêncio
Aniquilando o alento!
Que me cortam a respiração
E me deixam frustrado,
Cabisbaixo,
Adiando ou extinguindo
Para sempre a inspiração!
 
Que génio teriam os poetas
Se lhes parassem a respiração,
O pulsar e a pena?!
 
De que forma?
Com que sentido,
Teriam estas palavras,
Se as minhas palavras
Fossem desprovidas de qualquer sentido.
 
Sentidas foram as tuas palavras
Quando me disseste,
Sem falar,
Estas palavras:
Pára de escrever!
Porque as palavras te fazem sofrer!
Pára, vem descansar!
Para o corpo retemperar!
 
Mas meu amor
O meu descanso
Está nas palavras que não comando!
E se sofrer eu sofro
Escrevendo
Pior sorte seria
Não escrever chorando.
 
17/05/2004
Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2004 Favorito
Notas: Karunesh\sky's beyond\Indian summer Karunesh
publicado por poetaromasi às 01:00
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (9) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

O BARCO PARTIA À VELA

(óleo sobre tela Elisabete Maria Sombreireiro Palma) O barco partia à vela Rogério Martins Simões Éramos...

Ler artigo
ano do poema: 2006 FAVORITO
Notas: In the Enchanted Garden\04 Butterfly Kevin Kern
publicado por poetaromasi às 19:35
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 26 de Abril de 2008

25 de Abril de 2008 e...

ANTES Na prosa um poema Na solidão dele uma prisão Na prisão o grito esvai-se pelas grades... Cá fora corações pe...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 01:04
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 21 de Março de 2008

POESIA

(Óleo sobre tela - Elisabete Maria Sombreireiro Palma) (2008) POESIA OU TALVEZ NÃO EM DIA MUNDIAL DA POESIA! VI...

Ler artigo
ano do poema: 2008
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 18 de Novembro de 2007

Quando o teu corpo ad...

(Além de nós havia um tempo...) Quando o teu corpo adoçava o tempo Rogério Martins Simões Quanto no teu olhar...

Ler artigo
ano do poema: 2007/11/05
Notas: Within Attraction - Yanni - Live At The Acropolis
publicado por poetaromasi às 20:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 22 de Outubro de 2007

Arrepiam-me as lembra...

(Foto minha com 22 meses, 1950) ARREPIAM-ME AS LEMBRANÇAS Rogério Martins Simões Arrepiam-me as lembranças...

Ler artigo
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 21:30
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (7) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 15 de Outubro de 2007

O tempo voa

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) O TEMPO VOA Rogério Martins Simões O tempo voa. Que voe, e nos...

Ler artigo
ano do poema: 2006
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 31 de Agosto de 2007

Segredos, meu amor

( Elisabete Sombreireiro Palma a pintar) Segredos, meu amor (Rogério Martins Simões) Segredos, meu amor Hoje ...

Ler artigo
ano do poema: 2004
publicado por poetaromasi às 23:19
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 27 de Maio de 2007

Pior que a dúvida

(Óleo sobre cartão Elisabete Sombreireiro Palma) PIOR QUE A DÚVIDA Rogério Martins Simões Pior que a dúvida É o...

Ler artigo
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 21:16
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 24 de Maio de 2007

Dizer para quê?

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) DIZER PARA QUÊ? Rogério Martins Simões Dizer para quê? Falar par...

Ler artigo
ano do poema: 1979
publicado por poetaromasi às 19:36
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved