Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 27 de Março de 2010

Construção

 

 

(Foto de Rogério Simões)

 

CONSTRUÇÃO

Romasi

Rogério Martins Simões

 

Passo a passo,

passo em corrida o cansaço,

lembro como fui construindo

este espaço,

tão pequenino;

troquei um abraço…

esqueci o cansaço:

Era tão lindo o menino.

 

Passo a passo,

acelerei a corrida,

recordo como fui construindo

este espaço;

soltei asas de seda fina,

aparei a vida:

Era tão linda a menina.

 

Hoje, quis Deus

que escrevesse

os únicos passos importantes

da minha vida.

Que importa, sequer,

recordar horas más,

castelos de areia,

que os meus passos

foram deixando para trás...

 

Passo a passo,

Chego ao final da construção.

Malmequer; bem-me-quer…

Eu vi duas flores de algodão!

 

Lisboa, 1987

(Registado no Ministério da Cultura

Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C.

Processo n.º 2079/09)

 

 

 

 

 

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 18:49
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Inverno

(foto Rogério Simões) INVERNO Rogério Martins Simões Engrossam as nuvens. Repartem as marés… Alongo a...

Ler artigo
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 00:49
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 15 de Março de 2010

Se estives por cá faz...

SE ESTIVERES POR CÁ FAZ UM SINAL… Rogério Martins Simões Ergue-se na destreza, sem contratempo, mesmo em ...

Ler artigo
ano do poema: 20010
publicado por poetaromasi às 11:27
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Fénix - republicado

Fénix Rogério Martins Simões Nestes dias que passam, a correr, sem sentir. Nestes pedaços de tempo velho ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 13:41
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (5) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2010

Corre a água cristali...

(TIAGO SIMÕES) CORRE A ÁGUA CRISTALINA Rogério Martins Simões Corre a água cristalina, Mata a sede é fres...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:35
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 24 de Janeiro de 2010

Quando o teu corpo ad...

MODIGLIANE Quando o teu corpo adoçava o tempo Rogério Martins Simões Quanto no teu olhar reluzia a sedução,...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 01:55
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 17 de Janeiro de 2010

Fala-me de amor

(óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) FALA-ME DE AMOR (Rogério Martins Simões) Fala-me de amor - dis...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 01:25
link do post | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 8 de Janeiro de 2010

Mocidade

(Museu de Messejana, Alentejo) MOCIDADE Rogério Martins Simões Se ao menos tu Me dissesses qualquer coisa&hel...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:25
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 6 de Janeiro de 2010

Voltei - republicado

(Feliz ano novo para todos os povos do mundo) ROMASI VOLTEI! (Rogério Martins Simões) Venho dos limites do ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 01:14
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 26 de Dezembro de 2009

É TARDE AMOR

É tarde amor Rogério Martins Simões Todos os dias quando me deito, E às vezes quando te acordo Sem jeito, Corre...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:16
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved