Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quarta-feira, 3 de Junho de 2009

JOSÉ AUGUSTO SIMÕES com 87 anos plagiado

 

Foto da National Geographic

 

 

 

RICARDO ESTEVÃO – MAIS UM PLAGIADOR
 
Nem a poesia de o meu idoso pai e meu mestre escapou aos predadores. Meu pai com 87 anos de idade nem sabe, neste momento, que transformaram o seu SOL, a que ele chama de Divino, em SOL QUE BRILHA.
Perdeu-se o respeito! Para quê escrever? Se é tudo nosso!
O Ricardo Estêvão esmerou-se e passou de socorrista a plagiador para oferecer à namorada.
O meu poema DESEJO escrito antes de ele nascer, 1969, foi agora escrito por ele e passou a chamar-se AS ONDAS DO NOSSO MAR. Uma tormenta!
O meu poema “POESIA QUERO NAMORAR CONTIGO” passou a LUAR.
Face ao que antecede, já comuniquei à Administração do H5 conforme abaixo transcrevo.
 
 
Estimados senhores, boa noite,
 
Como já escrevi tenho sido muito plagiado no H5. Já apresentei queixa contra HEMILTON AFONSO e ele continua a plagiar. Mudou de táctica e está a plagiar outros poetas que conheço.
 
Hoje fui encontrar neste link 3 poemas pirateados por RICARDO ESTEVÃO.
 
http://bangkokbar.hi5.com/friend/profile/displayJournal.do?ownerId=46190996
 
1.   Seguindo o link encontram o poema SOL DIVINO, escrito por meu pai – José Augusto Simões – com 87 anos de idade e que foi editado no seu blog http://povoa.blogs.sapo.pt
e no meu http://pomasdeamoredor.blogs.sapo.pt. Este poema do meu pai passou a designar-se SOL QUE BRILHAS.
 
2.   O segundo poema é o meu poema DESEJO que o plagiador designou por AS ONDAS DO NOSSO MAR.
 
3.   O terceiro poema é o meu POESIA QUERO NAMORAR CONTIGO que o plagiador alterou para LUAR
 
ESTES POEMAS FORAM PLAGIADOS!!!
Estes poemas foram escritos por mim e aqui destruídos.
A prova está no meu blog e no motor de busca do GOOGLE
Autor do poema, devidamente registado, é Rogério Martins Simões
Pode ser encontrado o original em POEMAS DE AMOR E DOR
O poema encontra-se devidamente registado em Portugal na IGAC Inspecção-Geral das Actividades Culturais processo 2079/09.
Dado que o poema foi plagiado copiarei o link e o texto plagiado para
Servir de prova.
Rogério Martins Simões
http://poemasdeamoredor.blogs.sapo.pt
 
Com os melhores cumprimentos aguardo por decisão de V.Exas indicando-me os dados do plagiador para apresentar a respectiva queixa.
Melhores cumprimentos
Rogério Martins Simões
 
INQUÉRITO
Thank you for sending your message to hi5. The ticket code for this enquiry is LTK151033661753X.
 
Para finalizar quero informar os poetas que não ligam a estes assuntos que ainda hoje apanhei mais três poetas plagiados, um deles a ALUENA já por mim avisada.
Voltarei a este assunto. Afinal ainda só procurei por 50 poemas. Faltam 300…
 
Deixo-vos como Sol do meu bom e querido pai
 
 
 
O SOL
José Augusto Simões
 
Sol divino, Sol divino
Lindo é vê-lo nascer
É mais um dia na vida
Deus nos dá para viver
 
Sol divino, Sol divino
Que ilumina toda a terra
Desde o mais profundo vale
Até ao mais alto da serra
 
Sol divino, Sol divino
Que nos dá tanta alegria
Acaba a noite cerrada
E irrompe o claro dia
 
Sol divino, Sol divino
Nos dá tanta beleza
É a estrela mais bela
Que nos dá a natureza:
 
Quando está ao pé do rio
Em cima de uma cascata
O fundo parece de ouro
A água da cor da prata
 
Todo o ser vivo se mexe
Quando vê nascer o Sol
Os passarinhos cantam
Trina o lindo rouxinol
 
Rouxinol que bem cantas
Onde aprendeste a cantar?
- No cimo daquele salgueiro
Com os ramos a abanar!
 
Todas as aves cantam!
Cada qual com sua voz!
Eu já acompanhei o rio…
Da nascente até à foz
 
Estou velho! tu és menino
Nunca irás envelhecer
Sol divino, Sol divino
Sem ti não posso viver
 
Lisboa, 25/9/2007
 
DEDICADO AO POVO DE PRAÇAIS
PAMPILHOSA DA SERRA

 

 

MAIS PLÁGIOS
 
 
 
POEMA DESEJO – PLAGIADO POR:
 
http://literandozarzur.blogspot.com/2008/05/meu-jeito-de-amar.html
 
Neste link passou a Meu jeito de amar” e assinado por Renato
 
http://butterflydanoite.blogs.sapo.pt/2902.html
 
Neste link passou a “AMOR”
 
ano do poema: TRISTE
publicado por poetaromasi às 23:04
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 28 de Julho de 2008

O SOL

O SOL José Augusto Simões Sol divino, Sol divino Lindo é vê-lo nascer É mais um dia na vida Deus nos dá para vi...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:45
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 3 de Março de 2008

Voo nas memórias do m...

(Óleo sobre tela Elisabete Maria Sombreireiro Palma) 2008 VOO NAS MEMÓRIAS DO MEU PAI! Rogério Martins Simões ...

Ler artigo
ano do poema: 1998
publicado por poetaromasi às 23:21
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 10 de Outubro de 2007

Abrantes

(agradecimento muito especial aos autores do magnifico site www.guiadacidade.pt ) ABRANTESJosé Augusto Simõ...

Ler artigo
ano do poema: 2007 José Augusto Simões
publicado por poetaromasi às 00:01
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 5 de Fevereiro de 2007

Eu nasci numa casa po...

(Pampilhosa da Serra foto Padre Pedro) EU NASCI NUMA CASA POBRE José Augusto Simões Eu nasci numa casa fundeira...

Ler artigo
ano do poema: MEU PAI COM 84 anos
publicado por poetaromasi às 00:03
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 12 de Outubro de 2006

A moleirinha...

Este poema, brejeiro, foi escrito recentemente. O seu autor tem 85 anos de idade e merece ser divulgado. Em dias d...

Ler artigo
ano do poema: José Augusto Simões
publicado por poetaromasi às 22:06
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 4 de Outubro de 2006

Tem o nome de Sara

TEM O NOME DE SARA (José Augusto Simões) Não conheço Cabo Verde Deve ser terra formosa Mandou para Portugal Uma flor ...

Ler artigo
ano do poema: POEMA DO MEU PAI
publicado por poetaromasi às 20:08
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Domingo, 27 de Agosto de 2006

A MONTANHA

(Foto de José Augusto Simões - da autoria do padre pedro) (José Augusto Simões) Este será, certamente, um marco importa...

Ler artigo
ano do poema: 2006 Quadras do meu pai
publicado por poetaromasi às 23:33
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (2) | favorito
 O que é? |
Domingo, 6 de Março de 2005

O trabalho agrícola n...

O Trabalho agrícola na nossa aldeia, a Póvoa, nos anos 40 do século XX (texto da autoria do meu pai e meu mestre...

Ler artigo
ano do poema: JAS tem 85 anos
publicado por poetaromasi às 21:38
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Sábado, 19 de Junho de 2004

Regresso à aldeia

Chegaram pela manhã de uma longa jornada. O tempo era ameno e de repente lembraram-se do Verão onde tantas manh...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:18
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info