Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 29 de Julho de 2017

QUE COMER DO QUE RESTA DA ALDEIA?

IMG_4775.JPG

 

QUE COMER DO QUE RESTA DA ALDEIA?

Rogério Martins Simões

 

Fogo!

Não venha comer as minhas ovelhas.

Fogo!

Só sei apagar a fogueira…

Cruzes canhoto;

Já me ardem as orelhas

Vade retro

Deixe as nozes e a nogueira…

 

Tem noites,

Em que as noites são vermelhas…

Credo! Abrenúncio!

Vem por aí a feiticeira…

Ferradura atrás das portas

E cornos nas telhas…

Vade retro

Deixe os figos na figueira…

 

Fogo não volte

Para roubar o nosso pão.

Menino homem

Só tem medo do papão…

LOBA…

Que vai ser de si e da sua alcateia…

 

Dói a barriga de tantas amoras…

Ardem as silvas,

Os matos e as horas…

 

Que comer se nada resta da aldeia?

 

 

Meco, 29/07/2017 00:18:09

(Dedicado às Lobas... que tanto lutaram para terem uma vida melhor e que  com avançada idade não podem voltar a lutar)

www.PRchecker.infowww.PRchecker.info Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 01:40
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 29 de Junho de 2017

BATE, BATE, CORAÇÃO ...

FADO: Bate, bate coração ACADEMIA DA GUITARRA PORTUGUESA Voz: Américo Nunes de Almeida Música: Alfredo Marceneiro BAT...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 11:15
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 11 de Junho de 2017

PALAVRAS E SENTIMENTO...

Palavras e sentimentos; 84º aniversário do meu pai Rogério Martins Simões Em 2006, no 84º aniversário do meu querid...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:19
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Segunda-feira, 22 de Maio de 2017

PÓVOA: REZAS, TRADIÇÕ...

(Do lado esquerdo a capela de Santa Eufémia. Do lado direito a casa que o meu falecido primo mandou restaurar e que pe...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:20
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

UM PEDACINHO DE LUZ

(A nova casa na Póvoa, Pampilhosa da Serra, que pertence a 4 herdeiros sendo nós, herdeiros de meu pai, donos de 1/4 d...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 10:19
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Terça-feira, 4 de Abril de 2017

SIGA A FESTA (PAMPILH...

SIGA A FESTA Rogério Martins Simões Continuo a pensar que a promoção deste quase abandono das terras do interior – ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 18:43
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2016

Meu pai e poeta José ...

O SOL José Augusto Simões Sol divino, Sol divino Lindo é vê-lo nascer É mais um dia na vida Deus nos dá para viver ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:08
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 27 de Julho de 2016

AFASTAMENTO

(Nesta fotografia meu pai, minha prima e minha mãe) AFASTAMENTO O poema de hoje, AFASTAMENTO, foi escrito em 1974 qu...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:49
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sexta-feira, 8 de Julho de 2016

Minha mãe mandou-me à...

Minha mãe mandou-me à Vila José Augusto Simões Minha mãe mandou-me à Vila, Enganei-me no caminho, Quando dei pelo...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:12
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 11 de Fevereiro de 2015

DE QUEM MEUS OLHOS NU...

DE QUEM MEUS OLHOS NUNCA SE ESQUECEM Rogério Martins Simões De quem meus olhos nunca se esquecem, Que nos meus so...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:44
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved