Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Teve mais de 3 milhões de visitas e mais de 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Quinta-feira, 6 de Junho de 2013

INVENTO ESPERAS...

 

INVENTO ESPERAS

Rogério Martins Simões

 

Olhei o chão

Olhei o mar

E tu não chegavas

Ficaste pelas folhas caídas

Daquele outono distante

Quando disseste que me amavas

Agora morro de sede

na espera desse instante,

E sinto, apenas, a fome

das noites perdidas.

Por isso invento chegadas

Neblinas salgadas, gotas…

 

Não voltes! Tu és quimera!

Mesmo que, em meus olhos de primavera,

Só encontre gaivotas…

 

Meco, 06-06-2013 01:13:58

(Resposta a “ESPERA” de Margarida Vieira)

 

 

 

publicado por poetaromasi às 01:38
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2013

Baile

BAILE Rogério Martins Simões Foi numa tarde que tardava, Quando nem esperança havia, O meu olhar ao teu se colava...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:54
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013

DOUTAS PALAVRAS DO CO...

DOUTAS PALAVRAS DO CORAÇÃO Rogério Martins Simões Bom é partir! Melhor é chegar! Pois na ventura nunca se sabe que...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:25
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 15 de Junho de 2012

Moira encantada

(Óleo sobre tela: Real Bordalo) Moira encantada Rogério Martins Simões Foram sete os pescadores que avistaram U...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:28
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved

www.PRchecker.info