Este blog nasceu em 6 de Março de 2004

Mais de 3 milhões de visitas e 4 milhões de páginas visitadas- Obrigado



Sábado, 10 de Junho de 2017

Corria tanto...

1953maejaimeeu.jpg

 (Mercado de Santa Clara. Minha mãe, eu e o meu irmão)

 

CORRIA TANTO…

Rogério Martins Simões

 

Percorro estas memórias não distantes,

Com cores do meu tempo de menino

Revendo estas imagens como dantes

Trajando as velhas roupas de mansinho

 

Fugíamos à frente da polícia,

Num faz de conta d´um campo da bola,

Bola de trapos feita com perícia,

Escondida nos fundos da sacola.

 

Nesta calçada que recordo ser,

O nosso estádio que me viu crescer:                        

Crescem minhas lembranças e lá vai…

 

Não partas oh saudade sem mandato.

Tu és a minha poesia no prato

Chuta menino! O teu encanto não sai.

 Meco, 10/06/2017 00:20:48

 

A publicar no meu próximo livro de poesia

(De acordo com a Lei os direitos de autor estão protegidos, independentemente do seu registo.

(A registar no Ministério da Cultura - Inspeção-Geral das Atividades Culturais I.G.A.C. –

Processo n.º 2079/09)

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 00:44
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017

POR QUEM A MINHA ALMA...

POR QUEM A MINHA ALMA SE AUSENTA Rogério Martins Simões Aquela por quem minha alma se ausenta, Divina musa ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:12
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 30 de Outubro de 2016

ALMA ALENTEJANA

ALMA ALENTEJANA Rogério Martins Simões Na dourada planície alentejana, Aonde o sol penetra imponente, A falta de ág...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:22
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 20 de Abril de 2016

BENDITA ROSA

BENDITA ROSA Rogério Martins Simões Recordo em ti, meu amor, a bela rosa, Rosa em mim, por quem eu tanto sonhei. Es...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:21
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 12 de Março de 2016

INQUIETAÇÃO

INQUIETAÇÃO Rogério Martins Simões Sempre que a poesia me desinquieta, por mim chama e de tão acesa crepita, é tod...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:34
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Domingo, 10 de Janeiro de 2016

SORRINDO À DOR PARA V...

SORRINDO À DOR PARA VIVER Rogério Martins Simões Amarram-se as minhas mãos com que escrevo. Perco os movimentos tre...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:26
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Sábado, 16 de Maio de 2015

Mágoa

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:35
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quinta-feira, 5 de Março de 2015

QUANTA TRISTEZA TEM O...

QUANTA TRISTEZA TEM O MEU OLHAR Rogério Martins Simões Quanta tristeza tem este meu olhar. Que aos poucos vai morre...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:40
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 3 de Dezembro de 2014

PARKINSON: SORRINDO À...

PARKINSON: SORRINDO À DOR PARA VIVER Rogério Martins Simões Amarram-se estes dedos com que escrevo. Enfraquece-me...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:07
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?
Quarta-feira, 15 de Outubro de 2014

Florbela Espanca - Pa...

FLORBELA ESPANCA (PAPOILAS DA ALMA) Rogério Martins Simões Enquanto na planície o sol dançava, Todos os seus dese...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:51
link do post | ##COMENTAR## | favorito
 O que é? |  O que é?

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved