Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POEMAS DE AMOR E DOR

Livro de poesia GOLPE DE ASA NO SEQUEIRO Editado pela CHIADO EDITORA Poeta: Rogério Martins Simões Blog no Sapo desde 6 de Março de 2004 Livro de poesia POEMAS DE AMOR E DOR (Chiado books) já à venda

POEMAS DE AMOR E DOR

Livro de poesia GOLPE DE ASA NO SEQUEIRO Editado pela CHIADO EDITORA Poeta: Rogério Martins Simões Blog no Sapo desde 6 de Março de 2004 Livro de poesia POEMAS DE AMOR E DOR (Chiado books) já à venda

POEMAS DE AMOR E DOR plágio, pirataria e esquecimentos do autor

 

 

 

POEMAS DE AMOR E DOR plágios e pirataria
 
NESTE POST COLOCAREI AQUELES QUE COPIARAM MAIS QUE 5 POEMAS.
 
Em busca de eventuais plagiadores do meu poema “CONFESSO QUE NÃO VIVI” localizei no NETLOG e no link que abaixo deixo este poema cortado e muitos mais também cortados e plagiados. Já procedi à respectiva comunicação à administração do site. Nem uma só referência ao autor. São dezenas de poemas meus. BASTA!
 
http://pt.netlog.com/limusica/guestbook
 
 
HEMILTON AFONSO o plagiador “OFICIAL”
 
Só neste endereço encontrei mais de 5 poemas meus plagiados e alguns mais de outros poetas
 

 

 
UM SIMPLES E INCONFORMADO COMENTÁRIO

Aceito todas as justificações. Porém, quem edita qualquer coisa de alguém, que não conheça, estará sempre em risco. Não tenho por hábito o fazer.
 
A questão que aqui estou a colocar é a seguinte:
 
a)    Existem pessoas que colocam artigos, poemas ou outras coisas sem colocarem os nomes dos autores. Por vezes dá “jeito”! Basta ler os comentários: Bom artigo! Belo poema etc. Pior! Não dizem que as obras não lhes pertencem.
b)   Face ao que atrás afirmo e falando no meu caso, basta colocar autor desconhecido, ou nada, para quem goste do poema o divulgue da mesma forma ou até o assine.
c)    Pior é o plágio! Aqui existem variadíssimas formas de o fazerem. 1.º Mudando o nome do autor e “roubando” os trabalhos dos outros. 2º alterando o título pensando que deste modo não são apanhados. 3.º Alterando parte do poema, isto é, assassinando o poema.
d)   Depois existem os sites de grupos. Ainda ontem encontrei mais de 10 poemas meus sem nome do autor e colocados como sendo de alguém que assina como suissinha. Neste caso, como em outros tenho denunciado, bloquearam o copista. Colocar poemas, ou artigos, que antes de o fazerem se deveriam certificar se eram dessa pessoa, ou anónimos, é um erro que conduz ao “boato” e à pirataria.
e)    Não citar a fonte nem o nome do autor é como alguém assumisse a autoria do poema, pois, até, os anónimos estão protegidos por Lei e podem processar alguém exigindo direitos de autor.
Cumprimentos
Rogério Martins Simões
 

NOTA TODOS OS COMENTÁRIOS FORAM PUBLICADOS

Poemas de amor e dor conteúdo da página

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR

Em destaque no SAPO Blogs
pub