Domingo, 15 de Setembro de 2013

TRAÇOS

 

 

 

 

TRAÇOS

Rogério Martins Simões

 

Em cada passo que dou

Desenho escolhas, risco destinos,

Mudo os trajetos aos meus caminhos.

Tantas vezes os reescrevo,

Desalinho,

Que bom é escrever e não poupar a tinta.

 

A caneta acabará, sei lá onde.

A tinta deixará os meus traços,

Borrões nas mãos,

Manchas nos recipientes

E até os pedaços não recicláveis,

E indiferentes,

Serão como estas letras derretidas,

Lixos perenes, mas diferentes,

Que se esfriam nas pontas dos dedos

Onde os meus traços crescem…

 

Meco, 15/09/2013 16:49

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 16:54
link do post | ##COMENTAR## | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR