Sábado, 24 de Novembro de 2007

Minha mãe que vai ser de mim?

 

 

 

 

 

 

 

Minha mãe que vai ser de mim?
Rogério Martins Simões
 
Minha mãe que vai ser de mim?
Passos os dias a cuidar do gado,
Implore à senhora do Bonfim,
Que me arranje um bom noivado!
 
Minha mãe está bem assim?
Lavei o rio no meu corpo criado…
Não visto cambraia! Visto cetim.
Seios de carmim e corpo rosado.
 
Minha mãe e se eu for ao baile,
Não precisa de vestir seu xaile…
Minha mãe! Vou ter cuidado:
 
Viço de rosa, cravo e alecrim,
Minha mãe reze por mim,
Que eu não tenho namorado!
 
Lisboa, 22-09-2007 23:36:37
Poemas de amor e dor conteúdo da página
ano do poema: 2007
publicado por poetaromasi às 22:31
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007

Sonhos desfeitos!

(Óleo sobre tela Elisabete M. Sombreireiro Palma) Sonhos desfeitos Rogério Martins Simões O Sol resplande...

Ler artigo
ano do poema: 2007, para ti Elisabete
Notas: 19/10/1948 19/10/2007
publicado por poetaromasi às 00:49
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito
Sábado, 10 de Novembro de 2007

Tua fêmea

Tua FêmeaEfigênia Coutinho Tua Fêmea, a cada carícia!Intensa é a noite, olho lá para cima: as estrelas desenha...

Ler artigo
ano do poema: Efigénia Coutinho
publicado por poetaromasi às 16:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Domingo, 3 de Junho de 2007

Deslizo

(Foto da National Geographic) Deslizo (Rogério Martins Simões) Deslizo… No tempo que passa. Voo No pensame...

Ler artigo
ano do poema: 1975
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 1 de Junho de 2007

IMORTAL FORMUSURA

Imortal formosura Rogério Martins Simões Há em ti estranha beleza Há em ti tanta candura Laivos ténues de trist...

Ler artigo
ano do poema: 1968
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

Dúvida

Dúvida Rogério Martins Simões Vejo-te ir, Não vou conseguir chegar, Se partir… Vais regressar, Mas tu já saís...

Ler artigo
ano do poema: 1985
publicado por poetaromasi às 18:32
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quinta-feira, 15 de Março de 2007

E tu tão perto

(Óleo sobre tela Elisabete Sombreireiro Palma) E tu tão perto… Rogério Martins Simões Meu amor hoje tão só...

Ler artigo
ano do poema: 2005
publicado por poetaromasi às 00:00
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (4) | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR