Quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013

Perseguição

PERSEGUIÇÃO

Rogério Martins Simões

 

 

Não me soltem as letras destes versos

Nem me pendurem no tempo breve

Basta o que não escrevi e chorei

Tudo se alagou no que não sei...

Deus te perdoe e que seja leve.

 

Não me prendam nas letras dos versos

Deram-me as setas afiadas na ilusão

Ligeiras e tão lestas

Quem lhes afiou as arestas

Quem me retalhou o coração

 

Não! Não me soltem as letras destes versos

Nem a insensibilidade de quem se atreve

A distorcer sistematicamente a razão

Antes tivesse perdão

Que Deus te perdoe e te leve

 

Lisboa, 28 de abril de 2011


De acordo com a Lei os direitos de autor estão protegidos, independentemente do seu registo. (A registar no Ministério da Cultura - Inspeção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. – Processo n.º 2079/09)

(A publicar)

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 23:29
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2013

O meu olhar

O MEU OLHAR Rogério Martins Simões O Horizonte debaixo do meu olhar, Profundo, Impele-me a ficar Até desgarrar o ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 17:44
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
Domingo, 30 de Dezembro de 2012

NUVEM

FELIZ ANO DE 2013 Deixo aqui um poema meu inédito desejando a todos saúde e nada de nuvens... NUVEM Rogério...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:25
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 13 de Dezembro de 2012

ABANDONO

ABANDONO… Rogério Martins Simões Olhou as paredes, estavam nuas, Sem compreender todos os porquês. Fecharam as por...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:16
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Segunda-feira, 26 de Novembro de 2012

Papagaio azul

PAPAGAIO AZUL Rogério Martins Simões Daquela janela virada a sul, Por onde um ligeiro vento passava, Um pedacinho...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:45
link do post | ##COMENTAR## | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR