Sábado, 3 de Novembro de 2018

DEPOIS DE TANTO VER...

19anos1jpg (2).jpg

 

DEPOIS DE TANTO VER

Rogério Martins Simões

 

Depois de tanto a ver

Partir e chegar

Voltava a desaparecer

E a regressar

Era a noite fria

Que me arrastava

Era a pérfida agonia

Que comigo ficava

 

E foi tanto assim

Que ao dar por mim

Era a desventura

Partiram os anos

Ficaram os danos

De tanta amargura

 

E as lágrimas despidas

Beijando as feridas

Cobriram o chão

Criando novos laços

Que guiaram meus passos

E o meu coração.

Meco, 02/10/2013 22:47:37

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 19:12
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 2 de Novembro de 2018

Deixa a Ternura

DEIXA A TERNURA Rogério Martins Simões Quando no desespero em que me deito, Como uma onda varrendo no mar alto, Qua...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:50
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Segunda-feira, 8 de Outubro de 2018

UMA ETERNIDADE NOS ES...

UMA ETERNIDADE NOS ESPERA… Rogério Martins Simões Quando tu e eu saltávamos em andamento, Numa corrida estreita, para...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:16
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 20 de Julho de 2018

CICLO FECHADO

CICLO FECHADO! (O MEU SEGUNDO GRITO!) Rogério Martins Simões Se o teu rosto não sorri, E o teu cabelo não desliza, É...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:45
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quinta-feira, 19 de Julho de 2018

FONTANÁRIO DA ESPERAN...

FONTANÁRIO DA ESPERANÇA Rogério Martins Simões Adeus Minhas palavras ocas Lançadas ao rio… Adeus Minhas palavras ve...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:17
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Domingo, 8 de Julho de 2018

RAPINA...

IMAGEM DA World Press Photo Contest 2004. RAPINA Rogério Martins Simões Rapinam minhas mãos nas horas vivas, Que s...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:52
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 4 de Julho de 2018

CONTINUO MINHA MÃE A ...

CONTINUO MINHA MÃE A CRESCER Rogério Martins Simões Continuo minha mãe a crescer, Cresço e já não posso desistir....

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:33
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Segunda-feira, 2 de Julho de 2018

MEU AMOR TARDIO E CAL...

MEU AMOR TARDIO E CALMO Rogério Martins Simões Meu amor tão fora de horas, Sem ter tempo, sem demoras, Será sempre ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:52
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
Sábado, 30 de Junho de 2018

O BARCO PARTIA À VELA

O barco partia à vela Rogério Martins Simões Éramos dois loucos Apaixonados! E descobríamos na noite O que perdemos...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:28
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2018

NEM UMA SÓ PALAVRA PE...

Nem uma só palavra perdida Rogério Martins Simões Nem uma só palavra perdida! Nem um só gesto desmedido! É como um ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR