Segunda-feira, 30 de Março de 2020

DEIXA A TERNURA

1980 serra estrela

DEIXA A TERNURA

Rogério Martins Simões

 

Quando desesperado assim me deito,

Quantas vezes calado em sobressalto,

Como uma onda varrendo lá do alto,

Assim é a imensa dor que rasga o peito.

 

Cruel este sofrer sem qualquer proveito,

Arfando até não mais, e neste assalto,

Para onde o meu presente levou a salto:

Esta imensa dor que me dói e que rejeito.

 

Luta desigual, foi esse o meu receio,

Que bem cedo legou este meu tormento.

Tarde me tarda meu último momento…

 

Eterna prisão foi esta a que me enleio,

Sobra-me este grito; É minha a loucura:

Quase tudo levou: deixa a ternura!

Meco, 01/03/2019 18:04:43

Simões, Rogério, in “POEMAS DE AMOR E DOR”,

(Chiado Editora, Lisboa, 1ª edição, 2019)

1ª edição: Agosto, 2019

ISBN: 978-989-52-6450-6

Depósito Legal n.º 459328/19

 

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 23:08
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 29 de Março de 2019

CANTO O IMPREVISTO

CANTO O IMPREVISTO (Rogério Martins Simões) Canto o imprevisto O que se espera e não espera Canto o que conto, e não ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:50
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 2 de Novembro de 2018

Deixa a Ternura

DEIXA A TERNURA Rogério Martins Simões Quando no desespero em que me deito, Como uma onda varrendo no mar alto, Qua...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:50
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sábado, 25 de Novembro de 2017

HOJE É DIA NÃO

(Autor da foto Rogério Simões) HOJE É DIA NÃO Rogério Martins Simões Hoje é dia não! Da negação de mim mesmo Da neg...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 00:49
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 17 de Março de 2017

Quisera andar de carr...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:33
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 19 de Agosto de 2016

Meu pai e poeta José ...

O SOL José Augusto Simões Sol divino, Sol divino Lindo é vê-lo nascer É mais um dia na vida Deus nos dá para viver ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:08
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (1) | favorito
Terça-feira, 11 de Agosto de 2015

DESCIDA

DESCIDA Rogério Martins Simões Enfrento a mesma escada de antigamente. Fico a pensar longamente, A olhar para ti, A...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 20:15
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Domingo, 14 de Junho de 2015

Meio Homem Inteiro

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sábado, 16 de Maio de 2015

Mágoa

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:35
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2015

SALTO PARA O INFINITO

SALTO PARA O INFINITO Rogério Martins Simões Da vida que à morte nos conduz Retirámos a senha certa: Igualmente viv...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:23
link do post | ##COMENTAR## | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR