Segunda-feira, 2 de Julho de 2018

MEU AMOR TARDIO E CALMO

IMG_1345.JPG

 

MEU AMOR TARDIO E CALMO

Rogério Martins Simões

 

Meu amor tão fora de horas,

Sem ter tempo, sem demoras,

Será sempre um belo salmo.

Nestes versos que me deito,

Tapo com eles o teu peito

Neste amar tardio e calmo.

 

Tão perdidos, tão tardios…

No estuário dos nossos rios…

Vão crescendo os nossos laços.

Tão eternos, tão antigos.

Amantes, carentes, amigos

São assim os nossos passos

 

Se Deus aos dois protegeu,

Tanta ventura nos deu,

Não nos irá separar.

Com a força que nos resta…

Faremos dela uma festa

Pra te amar, amar; amar.

Meco, 13/03/2018 17:53:52

(Poema para incluir no meu próximo livro: POEMAS DE AMOR E DOR”

Poemas de amor e dor conteúdo da página
publicado por poetaromasi às 22:52
link do post | ##COMENTAR## | Ler comentários (3) | favorito
Terça-feira, 26 de Junho de 2018

NEM UMA SÓ PALAVRA PE...

Nem uma só palavra perdida Rogério Martins Simões Nem uma só palavra perdida! Nem um só gesto desmedido! É como um ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:53
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quinta-feira, 3 de Maio de 2018

PERDIDAMENTE DOCE

PERDIDAMENTE DOCE Rogério Martins Simões Uma abelha beija um malmequer, Retira o pólen e a flor sorri. Nada saberá ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 22:17
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

A ESTRELA MAIS BELA Q...

A ESTRELA MAIS BELA QUE ENCONTREI! (Rogério Martins Simões) Sabes encontrar-me pela manhã No riacho e cristalino ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:24
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 9 de Agosto de 2017

PLANTO ROSAS

PLANTO ROSAS Rogério Martins Simões Quanto maior o desassossego Maior é a viagem sem destino. Vai tempo que fechava...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 18:51
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2016

OLHOS MEUS

OLHOS MEUS Rogério Martins Simões Quando eu partir, olhos meus, Que outros igua...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 23:00
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sexta-feira, 26 de Junho de 2015

Imortal formosura

Imortal formosura Rogério Martins Simões Há em ti estranha beleza Há em ti tanta candura Laivos ténues de tristeza...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:06
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Sábado, 7 de Fevereiro de 2015

SECAM AS PALAVRAS

Secam as palavras Rogério Martins Simões Secam as palavras, Afogo as lágrimas num grito, E nestas levadas Elevo em ...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:27
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Terça-feira, 3 de Fevereiro de 2015

BALANÇA

BALANÇA Rogério Martins Simões Balança Sobe e desliza Percorre-me o jeito Sobe e desliza Afaga-me o peito. Ba...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 21:41
link do post | ##COMENTAR## | favorito
Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2015

O FADO DA MINHA VIDA

O FADO DA MINHA VIDA Rogério Martins Simões Tu sabes que em teu cansaço, Ainda vou tendo o espaço Para o teu amor...

Ler artigo
publicado por poetaromasi às 19:07
link do post | ##COMENTAR## | favorito

amrosaorvalho.gif

MEIO HOMEM INTEIRO
Rogério Simões
 
Meia selha de lágrimas.
Meio copo de água
Meia tigela de sal
Meio homem de mágoa.
Meio coração destroçado
Meia dor a sofrer.
Meio ser enganado
Num homem inteiro a morrer.
11/4/1975

Todos os poemas deste blog, assinados com pseudónimo de ROMASI ou Rogério Martins Simões, estão devidamente protegidos pelos direitos de autor e registados na Inspecção-Geral das Actividades Culturais IGAC - Palácio Foz- Praça dos Restauradores em Lisboa. (Processo 2079/2009). Solicita-se a quem os copiou alterando o nome, não respeitando o texto ou omitindo o seu autor que os apague ou os reponha na fórmula original com os respectivos créditos. Se apreciou algum destes poemas e deseje colocar em blog para fins não comerciais deverá colocar o poema completo, indicando a fonte. Obrigado

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados. All rights reserved © DIREITOS DE AUTOR